Resultado da busca por: novo cpc

Recursos no Novo CPC: análise e modelo de peças processuais

Recursos no Novo CPC: análise e modelo de peças processuais

O Recursos no Novo CPC são instrumentos diversos previstos no Código de Processo Civil para impugnação das decisões judiciais, oponíveis em momentos e situações distintas. Garantem assim a persecução do princípio contraditório, segundo o qual as partes podem discutir as decisões , mas também o princípio do direito à defesa.

Penhora de bens: tudo sobre a garantia da execução no Novo CPC

Penhora de bens: tudo sobre a garantia da execução no Novo CPC

A penhora é o instituto jurídico utilizado para a constrição de um bem em garantia a uma execução, antes da sua expropriação, e recorrente tanto na execução de título judiciais (cumprimento de sentença) quanto de títulos extrajudiciais (execução propriamente dita).

CPC Comparado: quadro comparativo entre o Novo CPC e CPC 1973

CPC Comparado: quadro comparativo entre o Novo CPC e CPC 1973

O Novo CPC (Novo Código de Processo Civil ou CPC/2015) é a lei 13.105/2015, que dispõe as normas de Direito Processual Civil e regula o acesso a justiça e o trâmite dos processos cíveis, além de ser subsidiária à demais áreas do Direito.

Produção antecipada de provas: uso estratégico no Novo CPC

Produção antecipada de provas: uso estratégico no Novo CPC

Produção antecipada de provas no Novo CPC Inicialmente, cabe uma breve nota sobre a produção antecipada de provas no CPC de 1973. Dessa maneira, será possível compreender melhor as modificações trazidas pelo Novo CPC. O CPC de 1973 previa, dentre as “medidas cautelares nominadas”, a chamada “produção antecipada de provas” (arts. 846 a 851). O procedimento era destinado exclusivamente a colher interrogatório da parte, oitiva de testemunhas ou perícia, para que fosse utilizado em processo ulterior . Aí sim, a prova seria efetivamente valorada pelo Leia mais

Técnicas de superação de precedentes no Novo CPC

Técnicas de superação de precedentes no Novo CPC

Técnicas de superação de precedentes no Novo CPC em face ao princípio da segurança jurídica As técnicas de superação de precedentes ganharam grande destaque legislativo e doutrinário com o advento do Novo Código de Processo Civil. O Novo CPC instituiu, assim, um sistema de precedentes vinculativos conhecido como stare decisis. Essas técnicas visam permitir, então, a evolução do Direito diante de um sistema que valoriza, acima de tudo, a segurança jurídica, a confiança e a boa-fé objetiva.  O regime dos precedentes é normatizado pelos artigos 926, 927 e 928 do Leia mais