Você é um advogado empreendedor ou não? Descubra aqui!

Você arriscaria construir uma carreira em um mercado que conta com mais de um milhão de concorrentes? Confira as características de um advogado apreendedor.

Pois é, quem decide ser um advogado empreendedor precisa estar bem preparado para o desafio e agir estrategicamente. Hoje, quem decide começar uma carreira empreendendo possui uma série de recursos. Desde os espaços compartilhados de trabalho (“coworkings”), até seu software jurídico, o advogado conta com ferramentas e recursos que ajudam a otimizar as tarefas, bem como, reduzir os custos.

Porém, não é somente a infraestrutura e os recursos que garantem o sucesso de um escritório de advocacia. Para dar os passos certos em uma jornada empreendedora, é preciso trabalhar dentro de um novo mindset.

Você é um advogado empreendedor? Descubra as características que podem fazer a diferença na sua carreira!

advogado empreendedor

Tenha uma visão estratégica do seu negócio para se tornar um advogado empreendedor

Uma das principais habilidades que um advogado empreendedor deve desenvolver é a visão estratégica do seu negócio. Mais do que conhecimento técnico e a capacidade de gerenciar processos, um profissional que pretende empreender na advocacia deve compreender e analisar constantemente quais são os fatores que impactam o seu negócio.

Analisar a concorrência, verificar quais são as tendências de mercado e ter em mente qual é o melhor momento para prospectar, são algumas das tarefas que devem estar na agenda do advogado empreendedor.



Além disso, é essencial profissionalizar a gestão do seu escritório, transformando-o em uma verdadeira empresa. Por mais que os escritórios de advocacia contem com certas peculiaridades que os diferem de uma empresa tradicional, a sociedade de advogados também precisa investir na gestão administrativa, gestão de pessoas, marketing jurídico, melhoria do atendimento, entre outras questões.

Cuidar da administração do escritório e monitorar os impactos dos fatores externos são parte do dia a dia do advogado empreendedor. Apenas desenvolvendo uma visão estratégica este profissional pode tomar atitudes mais assertivas com relação ao seu escritório, fazendo com que ele cresça de forma sustentável, ou ainda, se desenvolva para prestar serviços jurídicos com a maior eficiência e qualidade.

Aproveite as oportunidades

Você já deve ter escutado a famosa frase “em tempos de crise, enquanto uns choram, outros vendem lenços”. Enxergar oportunidades, apesar das adversidades, é o que faz com que muitos empreendedores persistam e transformem suas empresas em um negócio de sucesso. Na advocacia, isso não é diferente. Por isso, o advogado empreendedor deve buscar saber quais são as oportunidades presentes no mercado para focar suas ações em resultados.

Crise financeira no país e muitas empresas sofrendo com as demissões? Que tal apostar em palestras sobre a rescisão do contrato de trabalho e jogar isso nas mídias na tentativa de obter mais clientes?

Uma nova indústria se instalou na região do seu escritório? Que tal desenvolver uma área que seus concorrentes não possuem, mas que pode ser fundamental para esse tipo de empresa, como a área de Direito Ambiental, por exemplo?

Um advogado empreendedor deve conhecer quais são os fatores que impactam seu escritório, para saber quais são as oportunidades que podem ser menos ou mais vantajosas para focar suas ações.

Compreenda sua clientela

Advogados que falam difícil e cobram uma fortuna por um processo que nunca anda? Foi-se o tempo em que esse profissional tinha destaque (e espaço) no mercado. Na advocacia moderna, o profissional deve oferecer ao seu cliente soluções, demonstrando sempre agilidade e diligência na hora de prestar serviços jurídicos.

[Você sabe como avaliar a satisfação do seu cliente no seu escritório de advocacia? Confira dicas!]

É fundamental que o advogado empreendedor compreenda sua clientela e saiba exatamente o que ela precisa, tanto em termos de atendimento, quanto de prestação de serviços. Além de conversar e pesquisar seus clientes, um advogado empreendedor deve desenvolver uma excelente comunicação com seu público. Isso faz com que ele construa um vínculo de confiança, fundamental para a fidelização de clientes e prospecção dos potenciais clientes.

Invista no trabalho em equipe

Devido ao excesso de responsabilidade nas causas jurídicas, muitos advogados têm dificuldade na hora de delegar tarefas e construir um trabalho em equipe. Porém, se você pretende empreender, cedo ou tarde, vai se deparar com o excesso de clientes e montar uma equipe será necessário. Advogados que não sabem delegar e desenvolver um time, acabam se esforçando muito, porém, acabam estagnados tanto em termo de clientes quanto em termos de faturamento.

Fazer uma boa gestão de pessoas requer prática e alguns conhecimentos. Porém, com o auxílio da tecnologia, o advogado tem boas ferramentas que podem auxiliá-lo.

[Conheça algumas ferramentas que podem ajudar você a promover uma boa gestão de pessoas no seu escritório]

Hoje, alguns softwares jurídicos, por exemplo, possuem recursos que auxiliam na comunicação interna, fazendo com que a administração do processo seja realizada de forma eficaz por uma equipe. Dentro do mesmo conceito de redes sociais, hoje alguns softwares jurídicos permitem que os advogados interajam totalmente de forma online, facilitando o trabalho e otimizando as tarefas do dia a dia.

Essas são apenas algumas das características essenciais para um advogado empreendedor. E, aí, você se identifica?

Quer ficar por dentro das novidades sobre gestão de escritório de advocacia? Faça seu cadastro e receba os materiais exclusivos do SAJ ADV diretamente em seu e-mail.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *