Advogado home office: como contratar e gerir com eficiência

Advogado home office: como contratar e gerir com eficiência

Tempo de leitura: 7 minutos

Vantagens de contratar um advogado home office e como fazer a gestão do serviço

Tente imaginar o trabalho home office de um redator. Há um computador, pesquisa sendo feita, e muita escrita. É fácil imaginar uma cena dessas e visualizar um bom trabalho sendo executado, mesmo que seja a partir do conforto de casa ou qualquer outro local que o profissional escolha. No entanto, porque é tão difícil imaginar a mesma cena com um advogado? Só porque o advogado home office não é uma prática no meio da advocacia não quer dizer que não seja uma forma eficiente de trabalho, tanto para o escritório quanto para os advogados.

A advocacia cada vez mais tem se flexibilizado e se adaptado à era digital. E a atividade profissional não seria diferente. Principalmente, quando se considera a rotina corrida de um profissional do Direito. Pensando nisso, elaboramos este artigo para mostrar o quão oportuno é para o momento em que vivemos, que advogados trabalhem home office e, quão proveitoso será para ambos, escritórios e profissionais, que este tipo de trabalho seja exercido e gerenciado à distância. Acompanhe cada um dos motivos.

Tranquilidade para o advogado

Exatamente igual a redatores, advogados precisam de um ambiente em que possam se concentrar no que estão fazendo.  Sabemos que hoje em dia o que mais se vê é gente trabalhando sob pressão. E parece que se não for assim o trabalho não é realizado.

Contudo, é preciso se desvincular deste pensamento. Principalmente para quem tem que raciocinar sobre o que é mais importante em relação à argumentação. Trabalhar em um escritório, muitas vezes, acaba como uma distração ao profissional. Este, além de perder o foco nas tarefas que precisa elaborar, pode ainda sentir os efeitos de um trabalho estressante. Por óbvio, o advogado home office precisa estabelecer um tempo disponível ao trabalho, como o faria em um escritório. Igualmente, deve atentar-se a possíveis distrações, como o uso de redes sociais. No entanto, ter o silêncio da própria casa, ou local escolhido para o trabalho, faz uma diferença significativa para um resultado sem atropelos e muito mais profundo.

E isto não é uma questão de opinião sobre o assunto! Pelo contrário, é cientificamente provado. Trabalhar com tranquilidade geralmente da um retorno com melhores resultados. Por isso, se o profissional pode levar seus processos para casa, ele pode ser organizar de forma tranquila para extrair o seu melhor. Organização pessoal, então, contribuir para o aumento da produtividade. E, assim, gerar mais satisfação pessoal e profissional.



advogado home office



Advogado home office tem menor custo e trabalho regulamentado

Como visto, ser um advogado home office pode tornar a atividade da advocacia mais produtiva. Mas não pense que o home office é vantajoso apenas para advogados. Gestores também saem literalmente lucrando com isso. Afinal, a gestão de um escritório envolve diversos pontos. Envolve, por exemplo, a gestão de equipes, gestão de tarefas e, claro, uma boa gestão financeira.

Diminuir a estrutura e reduzir os gastos existentes com vários profissionais concentrados em um escritório é, assim, uma boa estratégia. Além de ser a forma mais inteligente de manter a equipe, diminui despesas. Não é preciso, por exemplo, a manutenção de um local tão grande, e se reduzem custo como de energia. Não obstante, pode deixar os profissionais mais felizes e produtivos.

Adotar a advocacia home office, todavia, não significa ir contra a regulamentação do trabalho. Pelo contrário, existe legislação a respeito disso. A Reforma Trabalhista de 2017 destinou um capítulo à análise do teletrabalho. Ou seja, do trabalho à distância. Deve-se observar, contudo, algumas regras específicas da CLT, como:

Art. 75-C.  A prestação de serviços na modalidade de teletrabalho deverá constar expressamente do contrato individual de trabalho, que especificará as atividades que serão realizadas pelo empregado.

Art. 75-D.  As disposições relativas à responsabilidade pela aquisição, manutenção ou fornecimento dos equipamentos tecnológicos e da infraestrutura necessária e adequada à prestação do trabalho remoto, bem como ao reembolso de despesas arcadas pelo empregado, serão previstas em contrato escrito.

Embora essa modalidade de trabalho já se verificasse na prática, ainda não era institucionalizada. Portanto, agora que há legislação e regulamentação sobre o tema, não há com o que se preocupar em relação a contratar um advogado home office.

Treinamento para a equipe

Quando se fala em treinamento de equipe, não se deseja falar de estabelecer metas inalcançáveis. Tampouco de enfileirar pilhas de processos nas mãos de cada advogado e despacha-los do escritório. Gerir uma equipe vai além disso. Há, antes, uma preparação e alinhamento com a equipe inteira que ficará a cargo dos gestores.

É preciso estipular metas e envio de relatórios para que o trabalho apareça. Afinal, trabalhar com um advogado home office não significa deixar de gerir o trabalho. Pode-se, por exemplo, realizar o controle das atividades por meio de uma planilha não muito diferente da utilizada em escritórios de advocacia com trabalho presencial. Deve-se, igualmente, atribuir responsabilidades. E verificar a produtividade.

Ainda, deve-se  siga uma rotina condizente com o dia a dia do escritório. Isto, no entanto, não é algo que demande mais energia e trabalho do que costumeiramente as equipes já fazem suas reuniões, para alinhamento dentro dos escritórios.

Usar a tecnologia a favor

É claro que se tem uma forma de tornar tudo isso mais prático é usando a tecnologia. É ela mesma quem vai fornecer as ferramentas necessárias para o trabalho de remoto de um advogado home office. Um software jurídico de qualidade e um aplicativo para comunicação são o início de um gerenciamento sem problemas.

Com arquivos inseridos na nuvem, e acesso de ambos os lados, gestores podem controlar melhor a equipe. Podem, não apenas atribuir responsabilidades nos sistemas. Podem também vislumbrar as produções do advogado home office e sua atenção aos prazos processuais. Em contrapartida, o advogado home office pode conectar-se ao mesmo conteúdo sem nenhum problema. Além disso, pode se comunicar sobre quaisquer questões ou dúvidas pendentes. Logo, não há segredo para essa modalidade.

Pelo contrário, a opção de home office na advocacia é o que os profissionais precisam para produzir mais e com mais qualidade. Essa era de ir para o escritório, o cansaço do deslocamento e os ruídos provenientes de outras pessoas trabalhando, tudo isso para fazer o que poderia ser feito remotamente de um lugar tranquilo, já não é mais eficiente em nossos dias.

Inovar é crescer

Depois da evolução tecnológica, é preciso enxergar certas situações como meras tradições. Algumas delas são simbólicas e pode haver um gosto pessoal para que elas continuem, porém aquelas que trazem atraso ao trabalho devem ser banidas por completo. Isso é crescimento, prospecção de clientes e visão no futuro. Ter um advogado home office é uma forma de sair na frente e inovar em algo que os outros nem sequer estão olhando.

Esta é uma visão tão próxima da realidade que não sabemos porque ainda não se difundiu rapidamente e porque os escritórios ainda não estabeleceram esta política de trabalho. Não é possível que ainda haja medo na inovação e crescimento. Principalmente em uma situação que tem todos os quesitos preenchidos para dar certo.

Por isso, nós da SAJ ADV apoiamos o trabalho do advogado home office pois, estamos conectados com essa nova era tecnológica e sempre olhando para o futuro. Falamos aqui do que é novo e ousado, porém palpável e atingível. Temos à disposição, soluções em tecnologia justamente para fazer do seu escritório um lugar do futuro. Nosso produto nas mãos da sua equipe fará um divisor de águas no modo de trabalho do seu escritório. Venha conhecer a SAJ ADV e saiba como a tecnologia pode trazer excelência ao seu trabalho.

Quer ficar por dentro das novidades sobre gestão de escritório de advocacia? Faça seu cadastro e receba os materiais exclusivos do SAJ ADV diretamente em seu e-mail.

2 Comentários

  1. Avatar

    Excelente matéria sobre a advocacia home office. Gostaria muito de saber, quais são as áreas do direito que mais se possibilita a atuação “home office”?
    Obrigado

    Responder
    1. Avatar

      Bom dia, Ian!

      A advocacia home office pode ser realizada em qualquer área jurídica. Algumas áreas, claro, demandam mais contato com o cliente do que outras, como no caso do Direito de Família ou mesmo do Direito Penal, sobretudo em comparação a áreas como o Direito Digital, o Direito Empresarial ou mesmo o Direito Tributário. No entanto, é algo que pode ser conciliado e acordado entre o advogado home office e o gestor, ou mesmo organizado pelo próprio profissional que opta pela modalidade. A advocacia home office inova o modo de trabalho, mas não exclui questões inerentes à advocacia.
      Caso tenha interesse, temos um post sobre ótimas áreas do Direito que pode auxiliá-lo!

      Espero ter ajudado!

      Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *