Advogado Trabalhista – Conheça os maiores desafios da profissão

Tempo de leitura: 7 minutos

Maiores desafios de um advogado trabalhista

O advogado trabalhista é um profissional do Direito que atua atendendo os interesses de empresas e colaboradores, podendo representar tanto o empregador quanto os empregados. Ele atua nas relações de emprego na forma de CLT (Consolidação das Leis Trabalhistas) em questões como rescisões, cálculos de horas extras, férias, pagamento de comissões, desvio de funções, entre outras.

Portanto, o advogado trabalhista é um advogado especializado, com inúmeras particularidades. Para saber mais sobre essa carreira, conversamos com o profissional Thiago Silva Schütz, OAB/SC 25.689, sócio do escritório Schütz e Tavares Advogados Associados, com sede em Florianópolis, que nos falou sobre as nuances da carreira do advogado trabalhista.

Especificidades do advogado trabalhista

Uma diferença importante do advogado trabalhista é  que ele  trabalha com uma justiça especializada,  assim como a Justiça Eleitoral e a Justiça Militar. Ou seja, há uma Justiça própria para ações trabalhistas. isto significa, portanto, dizer que existem um conjunto de leis específicas para esse segmento e que o advogado trabalhista precisa se especializar muito para interpretá-las da melhor maneira possível. E é preciso estar atento, sobretudo em face das recentes modificações legislativas, como a Reforma Trabalhista de 2017.

advogado trabalhista

A regra geral da Justiça do Trabalho é que ela é mais ágil do que a Justiça Comum, dado que existe uma grande segmentação: são 24 regiões e cerca de 1.400 varas no Brasil, estando presente em todo o território nacional e com uma união que não é encontrada em outros ramos do Judiciário.

O mercado para o advogado trabalhista

Para ser um advogado trabalhista bem-sucedido é preciso estudar muito. Realizar cursos de especialização e atualização é extremamente importante. Estar sempre em contato com outros advogados do segmento também é essencial. Além disso, cadastrar-se no site do TRT da região em que atua e no site do TST para receber boletins informativos é um meio de estar sempre bem informado sobre as resoluções da área. Fazer parte das comissões da OAB, realizar cursos livres, ler notícias na mídia especializada… tudo isso só irá aumentar o conhecimento do advogado trabalhista.



O advogado trabalhista pode escolher se especializar em atuar com empresas ou com pessoas físicas – no caso, funcionários de empresas. Pode também atuar com os dois perfis de clientes ao mesmo tempo. A demanda é bastante alta, tanto das empresas que enfrentam processos dos funcionários quanto de funcionários que querem processar as empresas.

Em época de crise, essa demanda é ainda mais crescente, já que muitos funcionários foram demitidos e precisam assegurar seus direitos. As empresas, por outro lado, em meio às turbulências econômicas, precisam contar com um advogado trabalhista de forma contínua, para realizar um trabalho contencioso e preventivo e assim  evitar passivos trabalhistas no futuro, uma dor de cabeça que nenhuma organização deseja.

E quanto aos salários?

O quanto ganha um advogado trabalhista varia, por óbvio. Contudo, de acordo com o Guia Salarial 2017, da consultoria Robert Halfos salários do advogado trabalhista variam entre R$ 3.300,00 (início de carreira) e R$ 16.000,00 (advogado sênior) no Brasil, em 2016 – podendo aumentar em até quatro vezes com bonificações.

Conforme pesquisa realizada pela Exame, um advogado consultivo trabalhista pode ganhar até R$ 16.000,00 por mês no cargo sênior em grandes empresas.

Empresa pequenaEmpresa médiaEmpresa grande
Advogado sênior7,7 mil a 12 mil reais8 mil a 13,5 mil reais9 mil a 16 mil reais
Advogado pleno4,5 mil a 7,2 mil reais5 mil a 8,7 mil reais6,5 mil a 11 mil reais
Advogado júnior3,2 mil a 4,5 mil reais3,7 mil a 6 mil reais3,3 mil a 6,7 mil reais

Já um advogado trabalhista contencioso:

Empresa pequenaEmpresa médiaEmpresa grande
Advogado sênior4,7 mil a 10,5 mil reais7 mil a 11,5 mil reais6,5 mil a 13 mil reais
Advogado pleno3,5 mil a 5 mil reais3,6 mil a 6 mil reais4,7 mil a 8,5 mil reais
Advogado júnior2,7 mil a 4,2 mil reais3,2 mil reais a 4,7 mil reais3,2 mil reais a 4,7 mil reais

Ainda de acordo com a pesquisa da consultoria Robert Half, o Direito Trabalhista será o terceiro mais demandado no país, atrás apenas do Direito Tributário e do Direito Cível. Assim como as demais áreas do Direito, a tendência é que os escritórios de advocacia se adaptem ao contexto econômico. Dessa forma, direcionando o foco para áreas de maior demanda do mercado.



Reforma Trabalhista chega como uma nova oportunidade

Em 11 de Novembro de 2017, entra em vigor a Reforma Trabalhista (Lei nº 13.467 de 13 de julho de 2017). E com ela uma avalanche de dúvidas sobre as mais profundas mudanças trazidas por ela. E com isso surge mais uma grande oportunidade para o advogado trabalhista, principal detentor do conhecimento a cerca da matéria.

Abaixo listamos os principais pontos de atenção a respeito da Reforma Trabalhista:

  • Flexibilização de jornada e salário;
  • A relação com a saúde mental do trabalhador;
  • Mudanças a respeito do trabalho temporário;
  • Terceirização;

Como o objetivo desse post não é falar especialmente da Reforma Trabalhista, você pode conferir esses posts completos, escritos por nossas colunistas Luana Castro e Chríssia Pereira, respectivamente:

  1. Entenda o que pode mudar com a Reforma trabalhista;
  2. Reforma Trabalhista – Pontos Positivos e Negativos;
  3. Arquivamento e Revelia, Recursos e Súmulas;
  4. Responsabilidade, execução e desconsideração;
  5. Peticionamento e Provas;
  6. Como são tratadas Custas e Honorários;
  7. Aspectos práticos do processo do trabalho;

Aproveite para conferir também nosso ebook gratuito, basta clicar AQUI. Nele você encontrará todos os conteúdos condensados, formatados para uma melhor leitura e entendimento do conteúdo.

Portanto, a carreira de advogado trabalhista no Brasil é bastante promissora. As demandas são contínuas e a remuneração é alta, tanto de Consultivo quanto de Contencioso. Especializar-se e atualizar-se na área são ótimas dicas para os advogados em início de carreira.

E para começar uma carreira com o pé direito, é importante contar com as melhores ferramentas. O SAJ ADV é um software jurídico gratuito para jovens advogados, que opera na nuvem e está dentro dos mais modernos conceitos de usabilidade e acessibilidade. Com ele você pode ter uma gestão completa e integrada na advocacia, acessando seus processos e atendimentos de onde você estiver. Seja no seu smartphone, tablet ou desktop, o SAJ ADV está sempre disponível.

Outros ramos do Direito que estão em ascensão

Direito do Trabalho faz parte de um seleto grupo de ramos que estão sempre entre os mais lembrados. Civil, Criminal, Família, todos esses, dessa forma, fazem parte do vocabulário popular. E os profissionais dessas áreas, assim como aqueles que atuam como advogado trabalhista, têm sua atuação reconhecida pela população em geral. Contudo, com as mudanças sociais, econômicas e ambientais, novas áreas do Direito surgem com intuito de resolver também novos problemas.

Separamos 7 ramos do Direito em forte ascensão:

  • Direito do Trabalho;
  • Advogado especializado em recuperação judicial e de crédito;
  • Advogado especializado em compliance e ética;
  • Direito Tributário;
  • Direito do Entretenimento;
  • Direito Desportivo
  • Mediação e arbitragem;

Você pode encontra o material completo clicando AQUI. E lembrem-se, seja qual for sua área de atuação, mantenha-se sempre atualizado, garantindo assim que você não fique para trás em sua carreira. Invista em formas de prospectar, converter e fidelizar clientes, em um mercado com mais de 1 milhão de advogados, isso será um grande diferencial competitivo.

Quer ficar por dentro das novidades sobre a Reforma Trabalhista? Faça seu cadastro abaixo e receba os materiais exclusivos do SAJ ADV diretamente em seu e-mail.

5 Comentários

  1. Avatar

    Sou recém graduado em Direito e por já atuar na área trabalhista há mais de 20 (vinte) anos como preposto da empresa nas demandas trabalhista, estou me especializando no
    ramo do Direito do Trabalho, sem contudo, deixar de conhecer de outras áreas do Direito. Desta forma é sempre bom está atualizado com o que se apresenta de novo no mercado.

    Responder
  2. Avatar

    Com a reforma trabalhista as demandas judiciais nesta área diminuíram. Ocorre que o advogado especializado em direito do trabalho ainda é muito requisitado e continuará sendo.

    Responder
    1. Avatar

      Certamente. A área trabalhista é, inclusive, uma das áreas mais promissoras diante das modificações. Ainda há muitas dúvidas acerca das alterações e também implicações práticas nas relações de trabalho que podem ensejar o trabalho dos advogados trabalhistas. Profissionais atualizados e capacitados, assim, se destacarão no meio.

      Responder
  3. Avatar

    Excelente artigo! Lembrando que a parte que vai abrir a ação trabalhista precisa apresentar, entre os os documentos, cópia do CPF, do RG, da Carteira de Trabalho — nas folhas que constarem foto, nome e a assinatura (ou falta dessa) do empregador — e o comprovante de endereço.

    É possível, na justiça do trabalho, entrar com uma ação sem a necessidade de acompanhamento de um advogado. No entanto, na prática isso quase nunca acontece, pois a área trabalhista é um complexo de leis, jurisprudência e doutrina, fazendo-se imprescindível a contratação de especialistas para o sucesso da ação.

    Responder
    1. Avatar

      Boa tarde, Gabriel!

      Agradeço pela contribuição. Sim, de fato a justiça autoriza que a parte entre em juízo sem o respaldo do advogado. O post foi voltado à elucidação do papel do advogada, mas é sempre importante relembrar essa possibilidade.

      Abraços!

      Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *