Áreas do Direito para investir e garantir o sucesso do seu escritório

Tempo de leitura: 6 minutos

Atuar em diferentes áreas do Direito é uma das estratégias mais promissoras utilizadas por escritórios que desejam obter um diferencial competitivo e se destacar como referência no mercado. Ampliar os ramos de atuação para a prestação do serviço jurídico pode propiciar à banca e aos profissionais que nela atuam mais oportunidades junto ao mercado de trabalho.

Diante de uma concorrência cada vez mais acirrada no mercado jurídico, entre outras tendências e desafios impostos aos profissionais, o uso de recursos tecnológicos, como um software jurídico, passou a se tornar necessário na rotina dos advogados. Essa nova realidade motivou os escritórios  a direcionarem suas atividades para resultados. Isso levou muitas bancas a adotarem estratégias inovadoras para gerenciar e conquistar novos clientes por meio de um software jurídico.

Além de facilitar o dia a dia dos profissionais por reunir e organizar todos os dados em uma única plataforma, o software jurídico SAJ ADV, por exemplo, permite o acesso remoto às informações das diferentes áreas de forma integrada, via dispositivos conectados à internet. Isso permite que o gestor tenha um maior entendimento da base atual de clientes, identificando o perfil ideal para o escritório com base nas informações disponíveis no sistema.

Além de ajudar a manter uma carteira de clientes saudável e estável, o sistema consegue auxiliar as bancas a detectarem áreas do Direito mais promissoras para direcionar as estratégias de prospecção de novos clientes. Para os escritórios de advocacia que já atendem uma variedade de áreas do Direito, um software jurídico como o SAJ ADV pode auxiliar os gestores a integrar os vários ramos do escritório.

Confira 6 áreas do Direito para investir e garantir o sucesso do seu escritório de advocacia

Os grandes escritórios de advocacia que atuam em uma estrutura “full service” apostam seus investimentos, em 2017, na área penal, de acordo com reportagem do portal Valor Econômico. Com esse modelo, os advogados criminalistas podem atuar em parceria direta com profissionais especializados em outras áreas — como direito ambiental, tributário, trabalhista, entre outras.

Com o mercado de aquisições e fusões também em alta, a tendência é o aumento de profissionais na área de Direito Empresarial. Com as constantes mudanças nesse mercado, os profissionais que desejarem ser competitivos devem buscar reinventar a prestação do serviço jurídico. Veja a seguir, seis áreas do direito para investir e garantir o sucesso do seu escritório de advocacia.

1 – Compliance

Seis em cada dez brasileiros consideram a corrupção o pior problema do País, segundo pesquisa realizada no último ano pela Confederação Nacional da Indústria (CNI). Os recentes escândalos de corrupção em destaque na mídia levaram as instituições a prestar mais atenção em questões como ética corporativa.

Nesse novo contexto, compliance e ética passou a ser uma área do Direito bastante visada para atuação dos profissionais, já que as empresas buscam cada vez mais adequar suas políticas internas e de relações comerciais às obrigações legais vigentes no Brasil e em outros países. Quem optar por investir nesta área do Direito deve estar preparado para resolver conflitos que envolvam políticas internas e condutas éticas de empresas.

2 – Direito Trabalhista

Com a reforma trabalhista em pauta e os impactos positivos e negativos ainda sendo debatidos, o Direito Trabalhista pode ser considerado uma área do Direito que terá  aumento da demanda  nos próximos anos. De acordo com o Guia Salarial 2017 da Robert Half, consultoria multinacional especializada em recrutamento, os advogados trabalhistas, tanto de Consultivo quanto de Contencioso, serão os profissionais que terão boa valorização salarial neste ano.

3 – Direito Tributário

Nos últimos anos, o Direito Tributário foi a especialidade com maior evolução, partindo de 25 escritórios e 10 advogados em 2006 para 93 escritórios e 75 advogados em 2015. O Direito Tributário também está entre as áreas do Direito que pagam melhor, de acordo com a consultoria da Robert Half. O Guia Salarial 2017 também destaca os perfis de advogados mais procurados pelo mercado. Os escritórios buscam profissionais com foco na eficiência e nos resultados, inovação e atendimento diferenciado ao cliente.

4 – Setor Energético

Em um setor envolvido em diversas polemicas nos últimos tempos, os operados do direito precisam estar sempre presentes. A exploração do Pré-Sal abriu grandes frentes com forte potencial de crescimento. Somado as recentes privatizações de companhias como Eletrobrás e Cemig,  a procura por profissionais que prestem consultoria e auxílio em demandas tanto consultivas e quanto contenciosa tem aumento bastante.

Você também deveria ler:  Fluxo de caixa e gestão financeira para escritórios jurídicos

Toda essa transformação gera dúvidas e o papel do advogado cada vez mais ganha destaque e importância.

5 – Direito da Inovação

Seguindo a tendência mundial, o Brasil usa todo o seu potencial humano para ver um parque tecnológico de startups na contramão da crise. Com um perfil quase sempre inovador, o papel do advogado na criação de empresas e como consultor legal fica bem evidente. Esse mercado é marcado principalmente pela agilidade na tomada de decisão e a frequente relação com riscos. Cabe ao profissional do direito informar ao seu cliente como minimizar danos e andar sempre junto a legalidade, evitando possíveis danos judiciais e maximizando os lucros de seus clientes.

6 – Direito Ambiental

Sustentabilidade é um conceito embarcado em quase todos os setores da sociedade. Um mundo em que ao mesmo tempo demonstra reflexos do consumo desenfreado, vê também iniciativas cada vez mais comuns para frear as irresponsabilidades das últimas décadas. Empresa já nascem “verdes” e mesmo as grandes corporações perceberam que esse é um caminho sem volta. O advogado especialista em Direito Digital seria presente em todos os estágios: da criação da empresa ao reposicionamento de marca, ter ciência dos limites da Lei garante práticas sustentáveis além do discurso.

É importante ao profissional que, dentre as áreas do Direito, escolhe o Direito Ambiental, saiba que será necessário conhecimentos bem amplos, inclusive de outros ramos. Direito Empresarial, Direito Internacional, por exemplo, são constantemente referenciados nessa prática jurídica.

O blog do SAJ ADV – Software Jurídico contato com uma colunista especialista nessa área do Direito, Dr. Luciana Lara. Clique AQUI para conhecer seus materiais exclusivos.

 

ramos do direito - áreas do Direito

Dessa forma, recomendar um parceiro estratégico da banca a um cliente que solicitou um serviço para o qual o seu escritório não presta atendimento é uma prática aconselhável. A tendência é que esse profissional retribua a recomendação numa próxima oportunidade. Com o tempo, essa prática poderá fazer parte da rotina da banca, estabelecendo um grupo consolidado de recomendações.

Quer saber mais novidades sobre gestão de escritório de advocacia? Faça seu cadastro no SAJ ADV e receba nossos materiais exclusivos diretamente em seu email.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *