Telma Freitas Telma Freitas

Advogada, OAB/GO nº 44.447, atuando especialmente na área Empresarial, Cível, Família, Consumidor, Previdenciário, Adm. Judicial de Empresas em Recuperação Judicial, Assessoria e Consultoria Jurídica, Advocacia Colaborativa; Instrutora em Mediação e Conciliação Judicial e Extrajudicial certificada pelo Conselho Nacional de Justiça-CNJ; Mediadora Judicial atuante no TJGO e Mediadora Extrajudicial; Coordenadora Pedagógica do IHM – Instituto Helena Melazzo na cidade Anápolis-GO; Pós graduanda em Direito Empresarial e advocacia empresarial.

Conciliação: método eficaz de negociação assistida para o advogado

Conciliação: método eficaz de negociação assistida para o advogado

7 minutos Como a conciliação ou negociação assistida podem auxiliar o advogado na resolução de conflitos pacífica e eficaz Consoante resta sabido, a conciliação é definida como uma negociação assistida por um terceiro. Nos casos em que haja dificuldade na comunicação, assim, o terceiro auxilia o diálogo entre os envolvidos através de técnicas e ferramentas adequadas para a solução da disputa. Entretanto, ainda há necessidade de compreensão e utilização de métodos adequados de solução de conflitos por meio da negociação. Focaremos, então, o presente Continue lendo

Audiência preliminar de mediação e conciliação – Opção ou obrigação?

Audiência preliminar de mediação e conciliação – Opção ou obrigação?

8 minutos Em proêmio, cumpre esclarecer que o presente artigo foi desenvolvido com o intuito de estimular no operador do direito a fazer uma reflexão acerca da oportunidade ou obrigatoriedade de optar ou não pelo procedimento da realização da audiência de conciliação ou mediação, haja vista os aspectos a seguir expostos: Acerca da legislação pertinente ao tema, a Lei 13.140/2015 – Lei da Mediação – ao tratar da realização da audiência de mediação, em seu artigo 27 assim dispõe: Art. 27. Se a petição Continue lendo

Advocacia, mediação e conciliação – As vantagens das práticas colaborativas

Advocacia, mediação e conciliação – As vantagens das práticas colaborativas

9 minutos Inicialmente, cumpre ressaltar que, a mediação e a conciliação vêm se desenvolvendo no Brasil de forma muito ampla, sendo instituídas pela Lei nº 13.105/2015, Novo CPC, bem como, pela Resolução nº 125/2010 do Conselho Nacional de Justiça – CNJ e Lei nº 13.140/2015, “Lei da Mediação”, apresentando-se como formas alternativas de resolução de conflitos, elaboradas com o fim de dar maior qualidade e satisfação às partes que delas se utilizam. Neste sentido, a Mediação se caracteriza como uma forma de solução de Continue lendo