Mercado

Lei do inquilinato e o papel do advogado no cenário do Direito Imobiliário

Lei do inquilinato e o papel do advogado no cenário do Direito Imobiliário

10 minutos Lei do inquilinato, regulação jurídica da locação de imóveis urbanos e impactos na atuação dos advogados Alugar imóveis é algo que faz parte do cotidiano de muitos brasileiros. Pode ser que alguns ocupem a posição de locador. Ou pode ser que alguns ocupem a posição de locatário. A Lei do Inquilinato (Lei 8.245), então, vem regulara essa relação jurídica. E protege, dessa forma, o direito de ambas as partes. No entanto, como os advogados podem atuar nesse cenário? A advocacia imobiliária é Continue lendo

4 passos para inovar na advocacia em um mercado competitivo

4 passos para inovar na advocacia em um mercado competitivo

7 minutos Como inovar na advocacia em 4 passos A pergunta que mais tenho ouvido do advogado, seja recém-formado ou com experiência na advocacia é essa: como inovar na advocacia num mercado tão competitivo e aparentemente congestionado de profissionais? A questão da inovação da advocacia, contudo, abrange dois aspectos fundamentais: o interno e o externo. Ou seja, a inovação, envolve e as habilidades e capacidades do advogado atuante – aspecto interno. Mas também engloba as demandas atuais e futuras do mercado jurídico onde atua Continue lendo

Direito Autoral: mercado e oportunidades em um ramo que está em alta

Direito Autoral: mercado e oportunidades em um ramo que está em alta

6 minutos Quando se fala em direito autoral (copyright, se preferir), a primeira impressão é de que estamos nos referindo exclusivamente a músicas e filmes. A verdade, no entanto, é que esses recursos envolvem apenas uma determinada fração do mercado. Além das músicas e dos filmes, há muitas outras formas de direito autoral que também estão protegidas pelo copyright. É o caso, por exemplo, dos(as): livros;ilustrações;fotos;estampas;rótulos e embalagens;logotipos;personagens;mascotes; projetos arquitetônicos;estampas industriais;design de objetos;discursos;peças de teatro;campanhas de marketing;peças de marketing digital (como redes sociais e Continue lendo

Quanto ganha um advogado nas principais áreas do Direito

Quanto ganha um advogado nas principais áreas do Direito

9 minutos Remuneração média dos advogados por áreas do Direito Entrar no mercado de trabalho é difícil para todos. Contudo, parece ser ainda mais difícil quando se trata de um mercado com mais de 1 milhão de profissionais. Conforme a Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), até o dia 20 de março de 2019, constavam 1.127.773 advogados inscritos nos quadros da instituição. Diante desse cenário, portanto, diferenciar-se é essencial. Contudo, por onde começar a busca de em qual área do Direito seguir? Para isto, Continue lendo

Cadastro Nacional de Advogados como forma de prospecção de clientes

Cadastro Nacional de Advogados como forma de prospecção de clientes

7 minutos Como utilizar o Cadastro Nacional de Advogados para conquistar clientes na advocacia Prospectar clientes na advocacia nem sempre é uma tarefa fácil. Afinal, muitas são as condutas vedadas pelo Código de Ética da OAB no tocante ao marketing jurídico. Assim, vedadas algumas possibilidades do marketing típico, a advocacia se torna uma atividade em que a conquista de clientes dá-se, sobretudo, pela recomendação. Ou seja, principalmente pela criação de uma boa relação com os clientes já existentes e de uma rede de networking Continue lendo

Advocacia pro bono: o que é e quais os seus benefícios?

Advocacia pro bono: o que é e quais os seus benefícios?

7 minutos Estima-se que nem metade dos brasileiros consegue ter acesso à Justiça hoje. E entre muitos motivos, isso se dá pelos altos custos que um processo pode demandar de suas partes. Afinal, embora todos tenham problemas, nem todos têm recursos suficientes para ajuizar uma reclamação no Judiciário. É então que nasce a ideia de advocacia pro bono. Ao lado da assistência jurídica gratuita, a advocacia pro bono é uma ferramenta fundamental para ampliar o acesso à Justiça no país. Mas não apenas isso. Continue lendo

Advocacia sistêmica e as mudanças nos paradigmas do Direito

Advocacia sistêmica e as mudanças nos paradigmas do Direito

8 minutos Cada um vê o mundo pelas lentes dos seus próprios paradigmas. O tempo todo percebemos, selecionamos e construímos significados para uma realidade que é subjetiva. E são essas construções que despertam nossas emoções e comportamentos. Por elas defendem-se ideias e recusam-se ou aceitam-se o novo. É nesse meio que ganha espaço o conceito da advocacia  sistêmica, por exemplo. O termo paradigma foi cunhado pelo físico e historiador Thomas Kuhn no livro A estrutura das revoluções científicas, de 1962. Nesta obra, ele descreve Continue lendo

Os desafios e as conquistas da mulher advogada no Brasil

Os desafios e as conquistas da mulher advogada no Brasil

10 minutos Há 120 anos, Myrthes Gomes de Campos se transformava na primeira advogada do Brasil. No entanto, entre concluir a faculdade e ser admitida no quadro de sócios do Instituto dos Advogados do Brasil, anterior à OAB, precisou esperar sete anos . A classe – até então dominada só por homens – tinha dificuldade de aceitar uma mulher advogada em seus quadros. Essa relutância, no entanto, foi amenizada já na primeira causa judicial que Myrthes assumiu. Quando precisou defender um homem acusado de Continue lendo

Blockchain: como o mercado jurídico faz uso dessa nova realidade

Blockchain: como o mercado jurídico faz uso dessa nova realidade

9 minutos Há quem diga que a tecnologia blockchain é uma das principais inovações que surgiram depois da internet. Outros vão ainda mais longe: acreditam que ela é ainda maior do que a invenção da própria internet. E o que leva a esse tipo de conclusão é simples. A blockchain foi criada para transformar as finanças e revolucionar a maneira como se realizam os negócios no mundo. Por esse motivo, vem sendo chamada como a internet dos valores (ou internet of value, em tradução Continue lendo

Mediador judicial: a formação e as habilidades que ele deve apresentar

Mediador judicial: a formação e as habilidades que ele deve apresentar

7 minutos Em razão do crescimento acelerado do uso de métodos apropriados de resolução de conflitos nos últimos 30 anos no Brasil, houve significativa evolução na área de mediação e conciliação no âmbito do Poder Judiciário e também no formato extrajudicial. Assim, as políticas públicas estabelecem, em linhas gerais, que as principais atribuições do mediador consistem em desenvolver campo de comunicação. É por meio dele que os interessados podem buscar o entendimento esperado e resolver seus conflitos de forma adequada. Dessa forma, fica estabelecido Continue lendo