Como melhor escrever em seu blog jurídico (e captar clientes)

Tempo de leitura: 3 minutos

Definição de Persona em seu blog jurídico

Antes de qualquer ação que você queira fazer para o seu Marketing Digital Jurídico é fundamental que saiba como é sua Buy Persona ideal para seu blog jurídico.

Buy Persona é uma pessoa fictícia que você cria para poder falar com ela de forma estratégica e assertiva. Com a Persona desenhada você saberá quais são as dores de determinados nichos, como eles se comportam para tomar uma decisão de compra ou contratar um advogado.

Por que devemos ter uma persona?

Dentro do Marketing Digital que vivemos na atualidade, as pessoas estão cansadas de SPAMMER ou propagandas invasivas com foco em massa e não para sanar um real problema de um segmento. Muitas pessoas e empresas estão optando pelo Inbound Marketing, abordando o que de fato um segmento quer saber, aumentando assim a autoridade e a taxa de aceitação dos seus artigos para um determinado público ou Target.

Quais serviços atuo

Nessa etapa, você e sua equipe deverão listar quais são as áreas do Direito que gostariam de atuar para seus leads que buscam pelos seus serviços. No Marketing Digital é fundamental que definamos o que queremos ofertar para sabermos como buscar esse nicho.

Vamos supor que seu escritório tenha um bom Know How para o Direito Civil, Direito Previdenciário e  o Direito de Família.

Primeiramente seu site deverá ter uma Landing Page para cada serviço que você quer ofertar, seguindo os parâmetros de SEO ONPAGE, que você poderá conferir neste GUIA completo de SEO para iniciantes. Landing Pages são páginas de aterrissagem com algum formulário de contato pertinente, com todas as informações que necessita saber do lead para que forneça um bom orçamento para o mesmo.

Após fazer as Landing Pages para seus serviços principais será necessário criar categorias com o mesmo nome ou palavra-chave que definiu dentro do Blog, a fim de começar a falar com esse nicho que você listou.

blog jurídico

Locais que quero atuar

Já vimos que precisamos, primeiramente, ter uma Persona detalhada, saber quais serviços ofertarmos e agora devemos saber onde podemos atuar.

Sim, isso mesmo! Onde atuar? Imagine que seu escritório de advocacia possui expertise para o segmento de Direito do Consumidor, sendo especializado em exportação de combustíveis e derivados de petróleo.

Sabendo que a cidade de Paulínia é um polo nacional de postos e empresas relacionadas ao segmento, liste quais são as principais atividades que seu escritório pode desempenhar para tal segmento. Não fique com medo de passar informações demais, pois quanto mais informações valiosas passar, melhor será sua autoridade no Google.

Colocando a mão na massa

Já sabendo quais são as dores de seu nicho e, principalmente, as leis vigentes no estado do mesmo, devemos começar a produzir os conteúdos.

Aconselhamos escreverem um artigo Epic, ou seja, o texto âncora para um determinado assunto.  Isso fará com que saia vários outros insights pertinentes para que o seu segmento tenha você como autoridade. Sempre link os textos entre si; isso faz com que o Google tenha melhor indexação de sua arquitetura.

Escolha palavras-chaves que levem ao seu serviço. Para saber quais palavras-chaves utilizar, pode acessar o Planejador de palavra-chave e obter ideias. Aconselhamos escolher palavras-chaves de Cauda Longa – palavras com 3 ou mais derivantes, aumentando assim, as chances de ranqueamento.

Quer saber mais novidades sobre o gestão de escritório de advocacia? Faça seu cadastro no SAJ ADV e receba nossos materiais exclusivos diretamente em seu email.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *