Por que não separar escritório de advocacia e avanços tecnológicos?

Tempo de leitura: 5 minutos

Independentemente do porte ou do nicho de atuação do seu escritório de advocacia, a tecnologia tornou-se algo essencial para a sua manutenção e sobrevivência no mercado. Isso porque, a tecnologia hoje é uma das principais responsáveis pela automação dos chamados serviços de back office, que consumiam a maior parte do tempo e recursos dos escritórios de advocacia. Com os avanços da tecnologia, boa parte dessas tarefas passou a ser automatizada, permitindo que o advogado tenha mais tempo para apenas ser advogado.

Em outras palavras, com a automação promovida pela tecnologia, o advogado tem mais tempo para se dedicar em aprimorar seu conhecimento jurídico, além de auxiliar seus clientes no processo de tomada de decisões.

Hoje a tecnologia se tornou um recurso indissociável da rotina dos advogados. A boa notícia é que quanto mais a tecnologia avança, mais facilidades os advogados têm. Para saber os impactos da tecnologia no dia a dia do advogado, não deixe de conferir!

escritorio de advocacia

Back office resolvido

Advogados com alguns anos de carreira certamente vão se lembrar! Durante muito tempo fazer o andamento processual, controlar os prazos e publicações e elaborar relatórios era algo praticamente artesanal, feito através de fichas de andamento de papel e recortes dos diários oficiais. Com a chegada dos computadores, esse processo passou a ser transferido para o meio eletrônico, através de planilhas e editores de texto.

Com a chegada dos softwares jurídicos, inúmeras atividades do back office foram automatizadas. Além da busca de publicações, controle de prazos e a elaboração de relatórios, esses recursos permitiram ao advogado localizar com muito mais facilidade e rapidez informações e dados que são fundamentais para a execução dos serviços jurídicos.

[Já ouviu falar em advocacia 3.0? Veja como a evolução da tecnologia impactou na transformação dos serviços jurídicos]

Hoje atividades que consumiam a maior parte do tempo dos escritórios são realizadas em minutos graças à tecnologia. Isso garante que o profissional se dedique aquilo que realmente impacta nos resultados do seu trabalho, tais como o conhecimento jurídico e o próprio relacionamento com clientes.

Menos tempo e mais efetividade no relacionamento com clientes

Todo advogado sabe da importância do relacionamento com clientes para o sucesso de um escritório. Tanto é verdade que hoje, uma tendência entre os escritórios de advocacia é focar sua atuação totalmente no cliente, trazendo para o dia a dia conceitos como customer success, avaliação do churn rate, entre outros utilizados dentro da administração de empresas.

Por se tratar de uma atividade muito pautada na confiança, o contato periódico e pessoal com clientes ainda é importante dentro da advocacia. O que não significa que certas informações e dados não devam chegar até o seu cliente, sem que você precise passar a mão no telefone, ou mesmo, lhe escrever um e-mail.

Você também deveria ler:  Entrevista: os desafios da mulher advogada no Brasil

Automatizar a comunicação do andamento de processos, entre outros dados que são de interesse do cliente, não prejudica o relacionamento e pode ser uma forma dele se sentir devidamente assessorado.

Hoje um bom software jurídico já conta com esses recursos, facilitando a comunicação entre advogado e cliente, permitindo que o profissional invista seu tempo e energia em contatos mais efetivos para o relacionamento.

Mobilidade, qualidade de vida e economia de tempo

Outra transformação significativa promovida pela tecnologia diz respeito à maior mobilidade do profissional. Hoje, graças aos softwares jurídicos é possível acessar dados e informações do escritório à distância, na velocidade de alguns cliques. Isso, além de facilitar o dia a dia do advogado que precisa se deslocar para audiências e diligências em fóruns, permite que durante reuniões externas, por exemplo, o profissional tenha na tela do seu smartphone todos os dados e informações que precisa.

A mobilidade, promovida com auxílio de softwares jurídicos, permite que o advogado tenha mais flexibilidade no seu dia a dia, conseguindo resolver algumas questões do escritório diretamente do home office. Com a possibilidade de trabalhar de qualquer lugar, o advogado pode ter mais qualidade de vida, equilibrando atividades pessoais e profissionais, sem perder tempo no deslocamento entre casa e escritório.

Inteligência artificial na advocacia: realidade ou ficção?

Recentemente, após a introdução de alguns robôs programados para executar determinadas atividades nos escritórios de advocacia, muito se vem discutindo acerca do uso da inteligência artificial no dia a dia do advogado. Ao que tudo indica, esse é um caminho sem volta. Porém, muitos profissionais têm se questionado sobre o potencial desse tipo de tecnologia e em que medida ela também ameaça o próprio advogado.

[Você vê a automação jurídica como um problema? Saiba porque ela é uma boa solução para o seu escritório de advocacia]

Porém, ao que tudo indica, evitar ou mesmo fugir dos impactos da tecnologia pode custar caro ao advogado e também ao seu escritório. Isso porque, automação representa hoje um grande diferencial competitivo, já que traz mais eficiência para a execução dos serviços jurídicos.

Mesmo com o uso de robôs que analisam documentos em segundos, a inteligência e a estratégia do advogado não perdem a importância e muito menos o espaço. Pelo contrário, a partir de agora o profissional tem mais tempo para se dedicar justamente ao seu diferencial, ou seja, o conhecimento jurídico. E este, ao final, é o maior e mais significativo impacto causado pela tecnologia nos escritórios de advocacia.

Quer ficar por dentro das novidades sobre gestão de escritório de advocacia? Faça seu cadastro e receba os materiais exclusivos do SAJ ADV diretamente em seu e-mail.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *