Seu escritório de advocacia tem líderes ou chefes?

Tempo de leitura: 5 minutos

Para comandar uma equipe, é comum ouvir as pessoas dizerem ser necessário um bom chefe. Em outras ocasiões, alguns podem ter dito que para ser um bom chefe a pessoa precisa desenvolver a liderança. Porém, a verdade é que um chefe e um líder possuem características totalmente opostas, e não podem ser considerados a mesma coisa.

No escritório de advocacia onde você trabalha ou mesmo comanda, há lideres ou chefes? Você conseguiria identificar cada um deles por meio de suas características? E qual seria o mais indicado para gerir um escritório de advocacia?

Neste artigo você saberá se possui chefes ou líderes, bem como distinguir se você mesmo é um líder ou chefe de equipe na empresa onde trabalha. Acompanhe a leitura e descubra!

escritório de advocacia

Um chefe é centralizador

Se no escritório de advocacia onde você trabalha é comum a pessoa que está na gestão ter dificuldade em delegar tarefas, não fornecer todos os dados necessários para que certo procedimento seja feito, saiba que aí tem uma característica típica de um chefe.



É uma reação de quem tem medo de perder o controle ou até mesmo a posição que ocupa, assim, imagina que se tudo for visto por ele, não haverá falhas ou sairá da forma como ele planejou. Um chefe assim, não abre espaço para novas ideias e formas de atuar, o que limita o crescimento do escritório de advocacia.

Um chefe tende a falhar na comunicação

Já ouviu alguém dizer que “as palavras têm poder”? Pois é, nada mais real para um gestor e seu equipe. Se as palavras não são adequadas ao momento, ou pior, se elas quase não existem, que poder a equipe terá para prosseguir?

Um gestor que não sabe ouvir, e que vive de meias palavras, como se todos tivessem a obrigação de decifrar seus códigos e pensamentos, está atuando como um chefe, com certeza. Uma boa comunicação é a base para relacionamentos para vida, pense então o que ela pode fazer nos negócios quando bem utilizada?

Um chefe tem um perfil mais ausente

É meio paradoxal um gestor que gosta de centralizar todos os procedimentos nele mesmo e ainda assim permanece mais ausente, porém, acontece com frequência. É justamente por isso que a dinâmica do trabalho não flui.

Um chefe que segura informações, não delega funções e gosta de ter o controle sobre tudo e todos, pode facilmente ser o mesmo que raramente está na empresa, e dificilmente está disponível para falar ao telefone ou marcar uma reunião. Ele se sente mais confortável sozinho e distante da equipe do que acompanhando lado a lado seu trabalho.

Um líder delega funções

Diferente de um chefe, um líder não tem medo algum de delegar funções. Isso faz com que ele descubra novas habilidades dos colaboradores da equipe. Ele separa tarefas e estimula a equipe a dar o seu melhor. Deixa aberto a opiniões para aperfeiçoamento do trabalho.

Não quer dizer que um líder deixa a equipe solta para fazer o que bem entender. Pelo contrário, ele sabe o que acontece por meio de feedback e se algo sai do planejamento ele entra em cena para alinhar o que estiver fora do papel.

Estimulando a equipe a fazer algo novo, um líder usa várias cabeças para crescer nos projetos, pois sabe que novas formas de pensar agregam valor ao trabalho.

Um líder responsabiliza-se pela equipe

Outra característica de um líder é o fato de se responsabilizar juntamente com a equipe se algo dá errado. Ele assume seu papel e permanece ao lado dos colaboradores.

Pode haver uma cobrança interna se houver culpa específica de um funcionário, porém, perante os superiores ele sabe que é o responsável pelo sucesso e também pelo fracasso da equipe que comanda.

Um líder estimula e foca no desenvolvimento de novas estratégias

Um líder sabe bem que o crescimento da equipe em um escritório de advocacia é a base do sucesso de todo o escritório. Ele sabe que sua função é estimular o desenvolvimento de novas estratégias, pois, por meio delas o procedimento pode ser otimizado e o escritório sai na frente da concorrência.

Se você parar para pensar vai notar que as habilidades de um líder levam a equipe avante e todos saem ganhando. Ao contrário das características de um chefe, que faz mal não só àqueles a quem comanda como a si próprio.

Agora que você sabe identificar em seu escritório de advocacia se há lideres ou chefes, mostre a eles que você não tem medo de aperfeiçoar o trabalho e melhorar o rendimento da equipe.

A SAJ ADV tem o software para advogados ideal para seu escritório. Com ele, todos verão que você pode agregar valor a equipe com algo inovador e eficiente. Você terá a oportunidade de sair na frente da concorrência com a organização e funcionalidade que a SAJ ADV oferece.

Quer ficar por dentro das novidades sobre gestão de escritório de advocacia? Faça seu cadastro e receba os materiais exclusivos do SAJ ADV em seu e-mail.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *