Gestão de clientes: aumentando a receita do escritório jurídico

Tempo de leitura: 2 minutos

Para  fazer a gestão de clientes, o gestor de um escritório jurídico precisa conhecer com profundidade a sua carteira. Atrair novas demandas é importante, mas fidelizar clientes pode ser até cinco vezes mais barato — e isso só é possível quando o escritório oferece atendimento e serviço de qualidade. Ainda assim, reter clientes e apenas esperar que eles apareçam com novas demandas é insuficiente, o ideal é que a banca saiba educá-los quanto aos seus direitos e entenda quais outros serviços podem ser úteis a eles. 

Para atuar ativamente no aumento de receitas a partir da gestão de clientes, o escritório deve analisar a sua carteira de clientes e detectar se existem oportunidades para atuar na área consultiva e não apenas na esfera judicial. Avaliando o que o escritório já oferta e a quem, será possível identificar os novos serviços que poderão ser oferecidos a cada cliente.

Você também deveria ler:  Advocacia disruptiva com o uso de software para advogados

Como a gestão de clientes pode aumentar a receita do meu escritório?

Para uma gestão de clientes eficaz, o escritório precisa entender as necessidades e expectativas deles. Devido à natureza da profissão e às restrições do Código de Ética e Disciplina da OAB, o melhor caminho para apresentar novos serviços é deixar as pessoas cientes sobre os seus direitos. De maneira geral, isso pode ser feito a partir de produção de publicações para o blog do advogado ou do escritório, uma forma de marketing jurídico muito utilizada que disponibiliza conteúdo com o intuito de educar o leitor.

No entanto, quando o cliente é uma pessoa jurídica, a apresentação de novos serviços tende a ser mais particular. Muitas vezes a empresa contrata um escritório de advocacia para atuar no ramo tributário, mas com o tempo podem surgir demandas nas áreas societária e trabalhista, por exemplo. Com um bom trabalho de gestão de clientes, eventualmente a banca também pode atender os sócios da empresa, em questões como gestão de patrimônio.  

gestão de clientes

Para oferecer novos serviços aos clientes, entretanto, eles precisam estar satisfeitos com o que já contrataram. Por isso, na gestão de clientes, não se esqueça da importância de reports periódicos relatando as atividades que foram feitas nos processos e as informações sobre os próximos passos. Também é fundamental dar espaço para feedback: ouvir seus clientes é a melhor maneira de conhecer os pontos fortes e os pontos fracos do escritório. Medir a satisfação de quem contrata os seus serviços é a melhor maneira de saber como eles podem ser aprimorados.

Atualmente, qual é a importância da gestão de clientes para o seu escritório jurídico? Compartilhe sua experiência conosco nos comentários.

Quer ficar por dentro de todas as novidades sobre gestão de clientes? Faça seu cadastro e receba nossos materiais exclusivos diretamente em seu email.

Você também deveria ler:  Software Jurídico - Como gerenciar atividades simultâneas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *