Checklist para uma eficiente cobrança de honorários advocatícios

Tempo de leitura: 6 minutos

A cobrança de honorários advocatícios e o reembolso de custas são a base da saúde financeira do escritório de advocacia. Já comentamos aqui no blog sobre a importância de saber precificar o trabalho realizado e como a correta cobrança de honorários advocatícios contribui para a boa gestão financeira. Por isso, é fundamental analisar cada caso para determinar os valores, ficar atento aos contratos e ter noções de organização do fluxo de caixa. Nossa dica é: automatize procedimentos e ganhe tempo para se dedicar à prática jurídica.

Confira algumas boas práticas para a correta cobrança de honorários advocatícios:

1. O que foi acordado com o cliente?

Cumpra o que foi combinado com o cliente. As condições precisam ficar claras para o fechamento do contrato, que deve conter todos os valores e serviços que serão prestados.

2. Levantamento de todos os gastos e investimentos feitos

Saber o custo real do serviço a ser realizado é essencial. Por isso, para calcular a cobrança de honorários advocatícios é preciso analisar cada caso. Para chegar a um valor razoável, o advogado deve levar em consideração gastos fixos (como a manutenção do escritório), tempo para a preparação da peça (entre estudos e pesquisas), além da possibilidade de recursos, embargos e apelações. Atenção também aos artigos 35, 36 e 37 do Código de Ética da OAB, que tratam de elementos a serem observados para definir os honorários advocatícios.

3. Levantamento dos processos em aberto (e que possam gerar gastos depois)

Mantenha as ações da banca organizadas, com prazos e responsáveis estipulados. Um software jurídico, como o SAJ ADV, vai ajudar no gerenciamento do contencioso judicial ou extra judicial e evitar gastos extras com perdas de prazo, por exemplo.

4. Apresente a cobrança de forma clara

A cobrança de honorários advocatícios deve ser bem detalhada. Enumere as despesas relacionadas ao trabalho, desde o pagamento de custas, deslocamentos e até cobrança de reembolso de despesas de clientes, muitas vezes pagas antecipadamente. Notifique o cliente caso seja necessário o ressarcimento e especifique o valor de cada item, além da condição de pagamento.



5. E se não for pago?

Seja cauteloso na hora de fazer a cobrança. Não envie faturas antes do prazo, mas tenha atenção às datas de pagamento combinadas. No caso de inadimplência, a cobrança poderá ser feita judicialmente, como já alertamos aqui.

O SAJ ADV monitora valores depositados em juízo, além de acompanhar valores deferidos e indeferidos pelo juiz, garantindo que todos os ganhos monetários sejam devidamente registrados e comunicados às partes interessadas. De que forma você faz a cobrança pelos serviços prestados? Comente e compartilhe sua experiência conosco!

Checklist para cobrança de honorários advocatícios

Materiais exclusivos e gratuitos para te ajudar a gerenciar suas finanças

Quer ficar por dentro de todas as novidades sobre honorários advocatícios? Faça seu cadastro no SAJ ADV – Software Jurídico e receba nossos materiais exclusivos diretamente em seu email.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *