Como a humanização na advocacia melhora os processos internos?

Tempo de leitura: 5 minutos

Certa vez um artigo de uma revista famosa no país indicou a classe de advogados como a terceira menos confiável. É um dado que não tem 100% de credibilidade, porém nos faz pensar e ficar preocupados. Como está a imagem da advocacia e seus profissionais?

Durante um tempo muito vem se falando em remover da sociedade, e até mesmo da mente dos próprios advogados essa imagem de hierarquia, trabalho, produção e letras frias de lei.  A ideia é mostrar a todos que os advogados são profissionais com o único objetivo de buscar a qualquer custo a realização do seu direito.

E não meros robôs que equalizam as leis para obter um resultado e assim ganhar algum dinheiro. Há muito mais envolvido e isso precisa ser visto.

Por esta razão, este artigo mostrará que a humanização na advocacia proporcionará sem sombra de dúvidas, processos mais céleres, clientes mais satisfeitos e colaboradores mais orgulhos do seu trabalho. Acompanhe a leitura!

humanização na advocacia

A humanização na advocacia mostra a visão do gestor

Escritórios onde os advogados somem em frente a pilhas de processos, onde tudo é para ontem e se as metas não forem cumpridas o desempenho é avaliado negativamente.  A partir daí a pressão e os olhares de todos deixam transparecer que talvez este advogado não permaneça lá por muito tempo.

Sim, há muitos destes escritórios. Sabemos da luta contra o tempo e correria que é dar conta de tudo num escritório de advocacia. No entanto, se o gestor deste escritório não ficar atento as necessidades de seus colaboradores, muito em breve ele não terá nenhum deles, ou a rotatividade será significativa. Isso a ponto de não haver controle sobre o trabalho.

É necessário que a relação de advogados e gestores seja fluída como uma equipe. Quando há humanização na advocacia o avanço do trabalho é nítido, ainda mais com a imagem de um líder incentivando o liderado. Chefes ordenando os funcionários produzem, na realidade, mais insatisfação do que trabalho.

Colaboradores mais engajados

Quem não quer se sentir útil? Único? Necessário em uma empresa, equipe ou projeto? Não se trata de sentimentalismo. Se trata de ter a certeza que seu trabalho é de valor. Que o que você como profissional está fazendo, vai colaborar para o sucesso final.

É isso que motiva os profissionais. Não se trata só de dinheiro. Até mesmo porque não são todas as profissões que pagam valores tão altos que você não se preocupa com mais nada. Por isso, advogados querem pertencer, assinar seus processos com a certeza de que estão fazendo o melhor pelo cliente, e isso é motivado por gestores que sabem conduzir seus funcionários.

Satisfação dos clientes

É fácil perceber que tudo acontece em cadeia quando há humanização nas relações. Advogados mais engajados e destinados a se aprofundar nos processos refletem clientes satisfeitos.

Não estamos falando só de clientes felizes porque ganharam na justiça, mas também de clientes cientes de que seus advogados fizeram tudo o que era possível para obter sucesso no processo, mesmo que o resultado não seja positivo. Isso é pura confiança. Este tipo de confiança tornará o cliente fiel e certo de que pode confiar qualquer demanda ao seu advogado.

Equipe experiente e alinhada

No momento em que os gestores têm uma postura humanizada com seus colaboradores, e estes por sua vez fazem o mesmo com seus clientes, a equipe toda se mostra mais alinhada do que em outros escritórios.

É possível visualizar a conectividade entre todas as partes e assim os funcionários vão ficando mais maduros no que fazem, sabendo lidar melhor com cada situação específica. Há uma preocupação destes advogados em progredir e solucionar possíveis problemas, pois não existe mais o trabalho de fulano ou ciclano, existe a nossa equipe.

Lucro certo

É muita ousadia dizer que haverá aumento na captação de clientes e a lucratividade será certeira? Não, não é ousadia, pois como dito anteriormente se trata de um efeito em cadeia. Quando há humanização na advocacia, uma coisa leva a outra e assim resulta em dinheiro.

A visão definitivamente não deve ser essa, centrada em valores e fama. Porém, ela é inevitável e apreciada com certeza. O trabalho tem o intuito de remuneração e ela será significativa se houver a humanização nos processos.

É preciso entender que advogados lidam dia a dia com sonhos e ansiedades de outras pessoas. Em suas mãos existe a responsabilidade de fazer o melhor que estiver ao alcance para ver direitos sendo adquiridos. A tarefa é carregada de responsabilidade. Fazer dela um simples trabalho onde a produção é mais importante do que a qualidade é um erro fatal.

A humanização na advocacia é a certeza de clientes satisfeitos, advogados empenhados e equipe alinhada. Não há dúvidas sobre isso. Por isso, porque não começar hoje mesmo a rever os conceitos em seu escritório, forma de tratamento e liderança? A mudança será considerável e muito proveitosa para todos os envolvidos. Experimente!

Quer ficar por dentro das novidades sobre gestão de escritório de advocacia? Faça seu cadastro e receba os materiais exclusivos do SAJ ADV diretamente em seu e-mail.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *