6 estratégias de marketing de conteúdo para o seu escritório de advocacia

Marketing de conteúdo é uma das estratégias do marketing e do marketing jurídico através da qual o público é atraído por meio de conteúdos informativos, entre eles, artigos de internet em blogs e portais.

6 dicas de marketing de conteúdo para aplicar no seu escritório HOJE

Seus clientes procuram autoridade e autenticidade. Afina, eles querem se sentir conectados a um negócio antes de comprá-lo. Isso vale para empresas de qualquer nicho e, especialmente, para serviços jurídicos, onde os problemas geralmente afetam os clientes em um nível mais profundo. O marketing de conteúdo, no entanto, pode ser a solução esse problema.

Embora os anúncios on-line e outras táticas tenham seus pontos fortes, há apenas uma maneira de oferecer a conexão que os consumidores desejam: criando conteúdo direcionado e útil.

É fácil o suficiente realizar várias atividades, escrever algumas postagens no blog, enviar alguns tweets e chamar isso de marketing de conteúdo para o seu escritório de advocacia.

Mas, para tirar o máximo proveito de sua estratégia e realmente construir sua marca, envolver seus clientes e clientes futuros e gerar vendas, você precisa de mais do que isso.

Neste artigo, portanto, ajudaremos você a entender o que é marketing de conteúdo e como dar os próximos passos para a criação de conteúdos valiosos para o qual seus clientes continuarão retornando.

O que é marketing de conteúdo?

Inicialmente, marketing de conteúdo é o processo de criação e compartilhamento de conteúdo valioso e consistente para atrair um público-alvo. Ao contrário da publicidade tradicional, o marketing de conteúdo tem a arte de transmitir uma mensagem clara ao seu público sem vender.



O foco está, assim, na criação de conteúdo centrado no cliente que ajuda seu público a resolver seus problemas. É ser o advogado de um cliente, portanto, ajudando-o a atravessar momentos difíceis e se tornando seu guia confiável.

Quando eficaz, essa estratégia de conteúdo cria confiança e autoridade em você e em seu escritório de advocacia. Desse modo, quando seus clientes precisam de assistência jurídica, eles recorrem a você, porque sabem que você tem as respostas.

Seu objetivo, portanto, é atrair clientes em potencial, em vez de expor sua marca, produto ou serviço na esperança de gerar leads ou clientes. E com a estratégia correta, enfim, o marketing de conteúdo ajudará você gerar novos leads para o seu escritório.

marketing de conteúdo

1. Crie seu funil de marketing em torno de personas

Seu objetivo é atrair clientes em potencial por meio de conteúdo e inspirá-los a executar uma ação específica de geração de leads, completando, dessa forma, o funil. Ou seja, no termo do leigo: leve suas perspectivas para o seu conteúdo para que elas se tornem seus novos clientes.

Mas você não pode ter um funil de sucesso sem entender os clientes em potencial que deseja atrair. Para uma boa estratégia de marketing de conteúdo, então, você precisa, desse modo, criar seu funil e seu conteúdo com base na persona do cliente – e quanto mais específico, melhor.

Uma persona é uma representação do seu cliente ideal. É uma boa prática criar pelo menos uma persona para cada serviço que você fornece, ajudando a criar conteúdo direcionado. Ao criar suas personas, inclua o máximo de detalhes possível, como:

  • Dados demográficos (idade, sexo, localização);
  • Antecedentes (família, trabalho);
  • Objetivos (pessoais, trabalho);
  • Desafio e pontos de dor específicos;

2. Executar pesquisa de palavras-chave

Agora que você tem a persona do cliente em mãos, é hora, então, de entender o que esses clientes estão pesquisando online para planejar como fazer seu marketing de conteúdo. Afinal, você deve criar conteúdo adaptado às suas necessidades específicas.

Através da pesquisa básica de palavras-chave, você pode, dessa forma, organizar ideias de conteúdo suficientes para manter seu plano de conteúdo completo nos próximos meses.

Uma palavra-chave é um termo que os clientes inserem nos mecanismos de pesquisa para encontrar serviços específicos. Por exemplo, se seu cliente em potencial acabou de receber uma intimação criminalista, ele pode procurar por “advogado criminalista”. Fácil né?

A pesquisa de palavras-chave é, enfim, o processo de encontrar e analisar esses termos, criando uma espinha dorsal para sua estratégia de conteúdo. Para encontrar palavras-chave relevantes para o seu conteúdo, siga estas etapas:

2.1. Palavras-chave importantes para a sua empresa

Crie uma lista de tópicos relevantes com base em sua empresa para utilizar como base para o seu marketing de conteúdo. Reserve, assim, um tempo para considerar tópicos relevantes com base no que você conhece. Pense na personalidade do seu cliente e responda, então, a esta pergunta: “O que eles precisam procurar para me encontrar?” Por exemplo, você pode usar “advogado de divórcio” ou “advogado de defesa criminal”.

Pense em palavras-chave com base nesses tópicos. Usando seus tópicos principais, considere o que seus clientes podem procurar com base em cada termo. Por exemplo, usando “advogado de defesa criminal”, um cliente pode procurar “O que faz um advogado de defesa criminal?”

2.2. Palavras-chave relacionadas

Use ferramentas on-line para encontrar palavras-chave relacionadas e utilizá-las no marketing de conteúdo.

Para encontrar ainda mais palavras-chave para adicionar à sua lista, use ferramentas on-line, como KeywordTool.io, ou simplesmente conecte-a ao Google Ads e veja o que a sugestão automática gera para você.

2.3. Verifique o desempenho online das palavras

Limite sua lista de palavras-chave usando ferramentas de SEO. O último passo é restringir sua lista de palavras-chave com base no desempenho online. Use ferramentas como o Google Keyword Planner para ver a concorrência e o volume de pesquisas de suas palavras-chave. Escolha palavras-chave com um volume de pesquisa alta e menor concorrência para obter os melhores resultados.

Pergunte a si mesmo que perguntas ou preocupações seu cliente potencial pode ter que envolvem cada palavra-chave. Crie conteúdo que responda a essas perguntas. Do ponto de vista estratégico, é melhor criar uma planilha para suas palavras-chave e seus tópicos para visualizar facilmente sua estratégia.

3. Crie um conteúdo valioso baseado em autoridade

Com tópicos e palavras-chave em seu arsenal de marketing de conteúdo, é hora de criar seu conteúdo. O conteúdo que você cria, seja uma postagem no blog ou uma nova página do site, deve ser extremamente valioso para a personalidade do seu cliente e autoritário para a sua empresa.

Também é importante experimentar uma ampla variedade de tipos de conteúdo e acompanhar o que melhor se encaixa no seu público. Os tipos a serem considerados incluem:

  • Postagens e artigos do blog;
  • Páginas do site;
  • Vídeos;
  • Imagens e infográficos;
  • Sequências de email;
  • Podcasts;
  • Publicações de convidados em outros blogs relevantes.

Quando dizemos valioso, queremos dizer que não basta lançar conteúdo para ter algo lá em cima. Verifique se o seu conteúdo irá atrair clientes e atrair o tipo de clientes que você deseja.

4. Foco na qualidade, não na quantidade

Embora seja uma consideração importante, o conteúdo de alta qualidade não depende da contagem de palavras ou do número de postagens ou páginas do blog que você publica todos os meses.

Diga o que você precisa dizer e não se esqueça de editar. Uma postagem de blog informativa e de alta qualidade é muito melhor do que quatro postagens inúteis e cheias de penugem. A chave é se concentrar em fornecer qualidade, não quantidade.

Além de ser transparente e focado na qualidade, seu conteúdo também deve ser:

Fácil de digerir

Use seu espaço em branco para combater o cansaço do leitor para seus clientes. Mantenha os parágrafos de 3 a 4 linhas e use frases com 40 palavras ou menos para facilitar a leitura. Use ferramentas para verificar as pontuações de legibilidade do seu conteúdo.

Acionável

Seus clientes devem poder agir depois de consumir seu conteúdo. Por exemplo, dê a seus clientes um conjunto de etapas a serem seguidas para resolver um problema. Seu conteúdo deve melhorar a vida do seu cliente de alguma forma.

Preciso

Quaisquer fontes que você usar ou aspas que você puxar devem ser precisas. Ao criar conteúdo jurídico, verifique se os conselhos dados são precisos e seguros para seus clientes.

Editado e revisado

Edite seu conteúdo para que fique fiel à sua voz e personalidade do cliente. Correção de erros de digitação e pontuação ausente. Conteúdo com autoridade é um conteúdo escrito com a gramática.

5. Distribuir e promover o tráfego do site

O conteúdo é uma ferramenta que ajuda a direcionar clientes em potencial para o centro de sua estratégia de marketing de conteúdo: seu site e, melhor ainda, seu e-mail e número de telefone para entrar em contato com você.

Para ajudar a direcionar o tráfego para seu site, você precisa distribuir seu conteúdo para os canais apropriados e promovê-lo para as pessoas certas. Distribuição e promoção são duas coisas diferentes.

A distribuição envolve o processo de envio do seu conteúdo para canais como mídia social e email para compartilhar com outras pessoas. A promoção envolve os elementos pagos da sua estratégia, como colocar algum dinheiro em um anúncio do Facebook.

Para distribuir seu conteúdo, você tem muitas opções diferentes. Ao escolher qual opção funciona melhor, considere as coisas do ponto de vista da persona do cliente: onde elas ficam on-line?

Mídia social

Toda estratégia sólida de marketing de conteúdo envolve mídias sociais. Um link simples para o seu novo post no blog com um detalhe interessante para chamar a atenção faz maravilhas para distribuição. Facebook, Twitter e LinkedIn são ótimas opções para o marketing de conteúdo de escritórios de advocacia.

O email

As listas de e-mail são um dos ativos mais valiosos para o seu escritório de advocacia. Uma lista de e-mails é um público conquistado e de propriedade, enquanto as mídias sociais podem mudar ou até desaparecer a qualquer momento. Se você não tem uma lista, comece a criar uma.

A promoção de conteúdo geralmente gera mais visualizações mais rapidamente que a distribuição, apesar de ter um custo.

Publicidade em mídias sociais

Você pode comprar anúncios no Facebook ou LinkedIn, por exemplo, para aumentar o número de clientes em potencial que veem seu conteúdo.

Anúncios do Google

Uma campanha do Google Ads posicionará seu conteúdo no Google, facilitando a localização de seus clientes na pesquisa.

6. Converter visitantes em leads

Agora que você conquistou uma lista de clientes em potencial com seu conteúdo, é hora de movê-los para o funil de marketing. Quando eles chegam ao seu site, você deseja convertê-los de leitores casuais e interessados em leads qualificados para sua empresa. Isso significa criar frases de chamariz em todo o site usando conteúdo.

Páginas de destino. Se você comprar um anúncio pago para o seu conteúdo, ele precisará ir a algum lugar. As páginas de destino capturam cliques de anúncios pagos. Além disso, o Google sorri para eles, vendo-os como indicadores de relevância. Uma página de destino pode oferecer o conteúdo que você criou em troca de suas informações de contato.

Frases de chamariz por página. Independentemente de como seu cliente em potencial o encontre, verifique se cada página do seu site tem uma frase de chamariz . Formate suas CTAs para se destacar do resto do seu conteúdo. Seja direto e diga aos seus leitores exatamente o que você deseja que eles façam. Por exemplo, “Ligue para agendar uma consulta” ou “Faça o download do nosso guia gratuito”.

Atualizações de conteúdo. Uma atualização de conteúdo é um conteúdo bônus que os visitantes podem baixar em troca de seu endereço de e-mail (ou outras informações de contato). As atualizações incluem listas de verificação, folhas soltas, documentos técnicos, infográficos, webinars e até eBooks.

O marketing de conteúdo para escritório de advocacia, por fim, é um empreendimento que, se feito corretamente, pode resultar na geração de leads para a sua empresa. Ao escrever o conteúdo com o cliente em mente e lembrar-se dessas dicas, você estará no caminho do sucesso.

Conteúdo produzido pela agência WebTrends.

Quer ficar por dentro das novidades sobre Marketing de Conteúdo para a advocacia? Faça seu cadastro e receba os materiais do melhor software jurídico em seu e-mail.

Redatora do SAJ ADV. Mestra em Teoria e História do Direito pelo PPGD/UFSC (2019). Bacharela em Direito pela UFSC (2015). Pós-graduanda em Direito da Proteção e Uso de Dados pela PUC Minas Digital.

ARTIGOS RELACIONADOS

0 Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *