Como fortalecer o nome do escritório de advocacia com o marketing digital

Tempo de leitura: 7 minutos

Muitas pessoas podem seguir você nas redes sociais ou, então, acessar o blog que você mantém. No entanto, esses acessos só vão se transformar em oportunidades de venda, ou em clientes reais, quando essas pessoas serem convencidas de que você é o advogado ou escritório certo para elas. E como isso acontece? A resposta, na verdade, é bem simples e pode passar pelo marketing digital.

Dentro dos conceitos de marketing digital, no entanto, isso pode ser feito por meio de estratégias de resultados que incluem, por exemplo, ações de inbound marketing para escritórios de advocacia. Afinal, um advogado só consegue consolidar a sua marca pessoal ou a de seu escritório se souber construir credibilidade.

Neste post, vamos entender como funciona esta estratégia de resultados que tem total adequação com as normas do Código de Ética e Disciplina da OAB.

O que é inbound marketing

O inbound marketing, ou marketing de entrada, compreende estratégias de marketing pensadas para atrair o cliente por meio do seu espontâneo interesse por determinado conteúdo ou informação. Esse tipo de conteúdo é publicado em blogs, perfis de redes sociais, websites, plataformas de vídeo, jornais, revistas e quaisquer outros canais digitais ou físicos. É o cliente, portanto, que faz o contato com a empresa que comercializa a marca ou produto da qual está interessado, na maioria das vezes. Diz-se, então, que, no marketing digital, a comunicação é bilateral: acontece por meio das duas partes envolvidas.

Isso funciona de maneira contrária ao marketing tradicional. Neste método, a comunicação é unilateral: feita somente pela empresa com o cliente. Isso é muito comum de ocorrer, por exemplo, por meio de propagandas televisivas, em que o consumidor consome aquilo que lhe é oferecido e, não necessariamente, vai atrás disso.



Inbound marketing e marketing digital para advogados

É preciso ter em mente que diferentes temas, de todas as áreas e assuntos possíveis, são frequentemente buscados na internet, por meio de buscadores, como o Google, por exemplo. No entanto, nem todos os sites oferecem informações de confiança e de qualidade. E os usuários percebem isso.



Por esse motivo, estabelecer uma presença digital e publicar o seu próprio conteúdo acerca da sua especialidade jurídica é essencial para difundir e firmar o seu nome do mercado. Além disso, é uma oportunidade de reter esse tráfego de busca para si, divulgando a sua expertise. Afinal, um conteúdo publicado por um profissional da área tem maiores chances de conquistar a confiança do usuário. Isso, basicamente, é o marketing digital.

Assim, executar a própria estratégia de inbound marketing com consistência será suficiente para gerar essa sensação de confiança e aumentar a carteira de clientes do escritório. Veja como fazer isso em três passos.

1. Faça a visibilidade virar novos negócios

Não há dúvida de que ter muitos seguidores nas redes sociais e muita interação ou acesso aos seus posts é sinal de visibilidade. No entanto, nem sempre essa visibilidade é capaz de gerar novos negócios.

No livro Trust agents, os consultores de marketing digital, Chris Brogan e Julien Smith, dizem que a atenção do público compreende três níveis. São eles:

  • consciência;
  • reputação;
  • confiança.

No primeiro nível, o público, literalmente, toma consciência da existência da sua marca. Isso é sinal de que você está conseguindo visibilidade. Está, portanto, sendo visto e conhecido. No segundo nível, sua marca passa a gozar de uma certa reputação. Neste momento, ela não apenas é conhecida, também passa a ser reconhecida. Por fim, o último nível é também o mais importante e aquele que leva mais tempo para ser atingido. É o que se verifica quando o público confia no seu trabalho e até mesmo usa as suas publicações como referência.

Com base nessa tríplice orientação, é possível afirmar, então, que não basta conquistar a atenção dos seus visitantes e seguidores. Mais importante do que isso é, acima de tudo, conquistar credibilidade e autoridade perante eles. Em outras palavras, pode-se afirmar que o marketing digital gera credibilidade. E só a credibilidade transforma visitantes e seguidores em clientes propriamente ditos.

marketing digital

2. Construa credibilidade com conteúdo relevante

Como vimos, a credibilidade não pode ser imposta. Não basta, portanto, que você se venda como um profissional de qualidade. O público constrói as suas próprios opiniões e forma a própria convicção com base no conteúdo que consome.

Assim, para conquistar a credibilidade é preciso dar atenção a basicamente três questões essenciais. São elas:

  • conteúdo relevante e ajustado para o público-alvo que se deseja alcançar;
  • cobertura de todos os canais digitais e físicos adequados para a estratégia e o público-alvo;
  • estratégia consistente e executada com frequência, focando no médio e longo prazo.

Portanto, o marketing digital consegue ajudar a construir a convicção do público-alvo por meio de frequentes demonstrações da expertise do advogado e por meio de conteúdo posicionado nos canais corretos. Além do uso desses canais corretos, no entanto, também é preciso aplicá-los de forma adequada. E isso quer dizer deixá-los dentro dos parâmetros definidos pelas estratégias de otimização de conteúdo. É o caso, por exemplo, do SEO (Search Engine Optimization) e SMO (Social Media Optimization).

3. Fique de olho no ciclo de vendas do marketing digital

No inbound marketing, o cliente é guiado etapa por etapa da jornada de compras até a confirmação da venda em si. E isso é feito, claro, por meio de conteúdo. No caso de um advogado, a terminologia “vendas” se refere à conquista de um novo cliente na advocacia. E acredite: quando falamos em conquista, nos referimos à construção de um verdadeiro relacionamento. E isso é algo que vai além, que não se encerra após uma consulta ou um processo. A fidelização do cliente, inclusive, é uma das finalidades do marketing digital também.

Esse processo, de guiar o cliente etapa por etapa, recebe o nome de funil de vendas. Assim, a jornada do funil de vendas compreende o topo, o meio e o fundo do funil.

O topo é a etapa em que o usuário toma conhecimento do seu escritório ou da sua empresa. Nessa etapa, as estratégias devem ser desenvolvidas para atrair o cliente e trazê-lo para conhecer a sua marca. O meio do funil é a etapa que a marca apresenta soluções mais específicas e certeiras às necessidades do usuário. Por fim, no topo do funil é aquele que atua quando o usuário já se encontra próximo e afinado com a marca. Neste momento, ele já tem as informações necessárias para adquirir o produto ou serviço, e já se sente à vontade para isso. Acontece, então, a conquista do usuário, que passa a ser um cliente.

Toda essa jornada envolve um processo que tem duração de médio ou longo prazo. Trata-se, portanto, de uma estratégia de vendas (ou de conquista de clientes) que deve ser bem pensada e planejada para que possa alcançar resultados realmente efetivos.

Então agora é só começar!

Acima de tudo, no entanto, tudo começa com a criação de bons conteúdos que sejam capazes de promover a sua marca e o seu escritório. Então, não perca mais tempo com isso. Agora que você já sabe como deve agir, faça seu próprio planejamento e comece a construir os melhores conteúdos dentro da sua área de especialidade.

Quer ficar por dentro dos conteúdos do SAJ ADV? Faça seu cadastro e receba nossos materiais exclusivos diretamente em seu email.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *