Marketing jurídico: tudo que você precisa saber para começar

Marketing jurídico é conjunto de estratégias utilizadas para fortalecimento do nome do advogado e seu escritório de advocacia no mercado jurídico, desde que não configure mercantilização da profissão e que atenda aos preceitos do Código de Ética da OAB.

5 dicas incríveis para começar HOJE o marketing jurídico do seu escritório!

Não tem como negar! Atualmente, todo mundo que se interessa por algum produto ou serviço utiliza o Google como ferramenta de pesquisa para sanar suas dúvidas. E este fato pode ser utilizado a seu favor, dentro das estratégias de marketing jurídico!

Este fato se deve, porque grande parte das pessoas que utilizam a internet fazem uma pesquisa prévia antes de se dirigir a uma loja física e falar com os responsáveis. Isto significa, portanto, que as pessoas estão, cada vez mais, atentas e sem tempo.

Muita gente acha que só se pode aplicar o marketing digital a produtos como, por exemplo, colher de dentina, cabos elétricos ou reciclagem de eletrônicos. Com a área jurídica, todavia, não é diferente, viu?

Falar e entender sobre legislações, leis e tudo que envolve o mundo jurídico não é uma tarefa fácil. Então, se uma pessoa tem dúvida sobre essa temática, logo recorre ao Google e soluciona suas dúvidas. Lá eles procuram de tudo: escritórios de advocacia, leis e legislações referentes aos seus problemas e valores do serviço.

Por esse motivo, quanto mais publicações sobre o assunto estiverem disponíveis para que qualquer pessoa possa se atualizar, mais chances você terá de aumentar seus clientes e marcas novas reuniões de negócio.

Neste segmento, metade das pessoas que buscam conhecer a área começaram a ter o interesse pela internet. Isto deixa claro, desse modo, a importância de marcar presença em terrenos digitais e deixar sua marca bem posicionada.



Neste post vamos mostrar algumas informações fundamentais sobre marketing digital no meio jurídico que você precisa saber. Vamos lá?

1. Siga o Código de Ética da OAB ao fazer o marketing jurídico

Não existe segmento que não possa ser aplicado às estratégias de marketing digital. Para você ter uma ideia, a OAB lançou um documento esclarecendo que dentro do âmbito jurídico há como utilizar o marketing digital e melhorar seu negócio.

Contudo, diferente de algumas áreas que são mais flexíveis e leves, neste segmento algumas considerações devem ser levadas a sério, tendo em vista a área jurídica precisa ser levada com seriedade e ética. Mas não apenas isto. A advocacia possui uma função social, e as ações dos escritórios de advocacia não podem configurar mercantilização da profissão.

É fundamental, assim, prestar muita atenção no forma como seu trabalho é divulgado para que não fuja da proposta do seu serviço.

Apesar das limitações, no entanto, é possível desenvolver um trabalho muito eficiente e coeso com o marketing jurídico digital.

2. Trabalhe com um logotipo impactante

Ao acessar uma pesquisa na internet, a primeira coisa que chama a atenção é a identidade visual da empresa. Por isso, assim como investir em qualidade de conteúdo, é importante que você invista em um logotipo simples, sofisticado e impactante. Ou seja, algo que reflita o seu trabalho.

Pense que o cliente precisa olhar e logo ser remetido à sua área de atuação. O logotipo, portanto, precisa ser simples o suficiente para ser lembrado mas não tão simples a ponto de se tornar comum. Afinal, cair no clichê é muito fácil.

A área do Direito e o marketing jurídico exigem uma seriedade que outras áreas não exigem. Então não abuse de elementos ao montar seu logotipo.

Procure, então, usar cores neutras e sóbrias, que consigam transmitir a relevância do seu trabalho sem torná-la uma coisa caricata. Resumindo: abra totalmente a mão de formas muito complexas e cores forte e chamativas.

3. Tenha uma site para seu escritório de advocacia

Eu nem preciso dizer que não existe a possibilidade de você implementar estratégias de marketing digital sem ter um site para seu negócio, não é mesmo?

O interessante de contar com um site é que lá o potencial cliente pode encontrar seus dados como contato, e-mail e endereço do escritório.

Atualmente, com o acúmulo de funções e sem tempo para perder, as pessoas têm utilizado a internet para encontrar os serviços desejados e fechar negócio. Quanto maior o tempo economizado, dessa forma, mais tempo sobra para realizar outras atividades.

Muitos procuram nos sites, então, informações sobre os serviços, preços de cada um deles e detalhes sobre a empresa. Toda informação – ou pelo menos o máximo possível delas -necessária para auxiliá-lo na tomada de decisão deve vir do seu site. Lembre-se contudo de seguir o Código de Ética da OAB, sobretudo quanto à precificação do seu trabalho.

É importante frisar que o Google trabalha com conteúdos. Então, é essencial que você poste o máximo de textos possíveis no seu site relacionados ao seu trabalho. Isto, com o auxílio de imagens, trará engajamento orgânico para sua página e te colocará em lugar de destaque nas páginas de pesquisa.

Ou seja, seguindo essas orientações de marketing jurídico o site do seu escritórios tem tudo para ser encontrado na internet.

4. Tome cuidado com o disparo desenfreado de e-mail marketing

O Código de Ética da profissão é bem claro em relação ao disparo de e-mail marketing: ele deve ser enviado apenas para colegas, clientes ou pessoas que os solicitem ou os autorizem previamente. E mesmo assim, é importante estar atento ao conteúdo enviado.

De modo geral, portanto, você só pode enviar e-mails falando sobre sua empresa e suas ações, assim como sua área de atuação, caso seja solicitado a inclusão na lista de contatos.

Para que isso aconteça, é importante que você abra uma área no seu site para cadastros de pessoas ou empresas interessadas em receber este tipo de conteúdo – confira alguns conteúdos sobre gestão de clientes para entender mais. Esta é uma forma de apenas pessoas interessadas receberem, além de proteger sua ética profissional.

Deve-se lembrar, contudo, de que é totalmente proibido que, nesses informativos, exista a presença de valores e serviços oferecidos. Aquilo que chamamos de gatilhos mentais está fora de cogitação dentro do marketing jurídico. Então, jamais coloque “agende seu horário” ou “confira os preços”.

Esse tipo de jogada não deve ser utilizado e nem existir no meio jurídico, em nenhum momento. Esqueça, dessa forma, propagandas em redes sociais ou sites. O conteúdo deve ser meramente informativo.

5. Saiba como usar as redes sociais para advogados na estratégia de marketing jurídico

As redes sociais são importantíssimas no marketing jurídico. Mas talvez esta, junto com a utilização do e-mail marketing, seja a estratégia que mais exige os cuidados necessários para não fugir da ética profissional. Lembre sempre que o trabalho jurídico é algo sério e mexe diretamente com a vida das pessoas.

A forma mais simples de utilizar as redes sociais, então, é como um adicional ao seu escritório. Basicamente, uma extensão. Neste meio de comunicação serão postados os conteúdos desenvolvidos para que mais pessoas tenham acesso.

Uma dica importante é evitar promover tomar lado político ou entrar em discussão com algum leitor. Portanto, jamais coloque ali sua opinião pessoal. Nós sabemos bem que as redes sociais dão dimensões as coisas publicadas que podem fugir do controle. Veja o que a advogada e cliente do SAJ ADV Geisilene Amorim Caldas comenta sobre a imparcialidade nas publicações.

Então, faça o simples e só publique os conteúdos elaborados para seu site ou blog ou conteúdos igualmente informativos.

As redes sociais podem ser utilizadas, por exemplo, apenas como canal de divulgação para ampliar seu negócio. Assim, as pessoas são levadas até seu site por elas. Já no site, o leitor tem acesso completo ao conteúdo e a outras informações relevantes.

Por fim, não existe segredo. É preciso ficar muito atento para não ferir o Código de Ética da sua profissão. Entretanto, essas dicas de marketing jurídico são mais que suficientes para você colocar sua marca no mercado e conseguir novos clientes!

Quer saber tudo sobre Marketing Jurídico ? Faça abaixo seu cadastro e receba os materiais exclusivos do SAJ ADV em seu e-mail.

2 Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *