Gestão na advocacia: você sabe quais as principais métricas?

Tempo de leitura: 5 minutos

Em um mercado dinâmico e competitivo, tal qual o mercado jurídico, construir um escritório de sucesso com uma boa gestão na advocacia não é tarefa fácil! Mesmo com empenho e dedicação, muitos advogados têm dificuldades na hora de manter sua cartela de clientes. Isso sem contar a manutenção da rentabilidade e da lucratividade, que garantem a saúde financeira do negócio.

Quem está batalhando no mercado jurídico também sabe das dificuldades do advogado se manter atualizado diante de tanta informação e recursos. Com a chegada do processo eletrônico e o desenvolvimento da tecnologia, o advogado não tem mais para onde fugir.

Para acompanhar toda a movimentação do mercado e ainda manter a qualidade dos serviços jurídicos, uma boa dica é contar com métricas que permitam mensurar a gestão na advocacia.

Para saber quais são as métricas que podem ser adotadas pelo seu escritório e como utilizá-las para aprimorar a gestão na advocacia, não deixe de conferir!

gestão na advocacia

O que são métricas e no que elas ajudam seu escritório

Escritórios podem utilizar métricas tanto para medir o desenvolvimento da banca, quanto das metas traçadas para o negócio. Através de boas métricas também é possível medir a produtividade e a efetividade dos serviços jurídicos.

Com as métricas o advogado também tem um bom referencial para avaliar o que não está dando certo na gestão na advocacia, promovendo mudanças e melhorias a partir daí. Com as métricas o advogado pode medir o desenvolvimento do seu escritório, avaliando com a devida cautela se os esforços empregados estão de fato levando o escritório para uma boa gestão na advocacia.

[Conheça a 5 métricas que todo gerente jurídico precisa ficar atento!]

Através de métricas é possível tomar decisões mais assertivas, sejam elas com relação ao presente do escritório, sejam elas com relação ao futuro.

Quais métricas monitorar para a gestão na advocacia?

Quem é novo no universo das métricas pode ter dúvidas sobre quais indicadores e métodos adotar, especialmente considerando o dia a dia de um escritório de advocacia. Porém, aqui é importante ter em mente que vale mais o que será mensurado do que os tipos de métrica em si. É importante ter a certeza de que aquilo que você está medindo é um fator que irá garantir seu sucesso no futuro da gestão na advocacia.

Assim medir a quantidade de clientes presente na sua cartela, a taxa de churn, aumento da rentabilidade, fluxo de caixa, índices de inadimplência e taxa de rotatividade são apenas algumas das métricas que influenciam diretamente o dia a dia de um escritório e podem oferecer um panorama bastante completo acerca do desenvolvimento da gestão na advocacia.

Métricas importantes para avaliar o desempenho do seu escritório

Como explicamos acima, existem uma infinidade de métricas que servem para oferecer um panorama sobre diferentes assuntos. Saúde financeira, produtividade, entrada e saída de colaboradores. Abaixo selecionamos algumas das métricas que podem ser bastante úteis na hora de avaliar o desempenho do seu escritório e da gestão na advocacia.

Taxa de rotatividade

A maioria dos escritórios de advocacia atua em uma estrutura de sociedade. Isso significa que a saída de um advogado, por exemplo, não causa o mesmo impacto do desligamento de um funcionário CLT.

No entanto, a advocacia é uma profissão onde a pessoalidade e a confiabilidade contam muito. Logo, a saída de um membro do escritório também pode acarretar na perda de clientes.

Monitorar a taxa de rotatividade é essencial por isso e pode ajudar o escritório a aprimorar sua gestão de pessoas, algo cada vez mais necessário no universo da advocacia.

Inadimplência

Muitos escritórios sofrem com a inadimplência e, por conta dela, acabam colocando em risco o seu fluxo de caixa e a sua saúde financeira. Monitorar a inadimplência auxilia na construção de políticas de cobrança, incluindo uma régua de cobrança, ou mesmo a contratação de serviços terceirizados.

O monitoramento dessa métrica, também pode orientar a atuação dos gestores no sentido de garantir meios alternativos de cobrança, entre outras ações que visem a diminuição da inadimplência.

[Problemas com inadimplência em seu escritório? Confira nosso e-book com um guia completo para garantir o recebimento de seus honorários]

Produtividade dos colaboradores

A produtividade passou a ser um fator competitivo em um mercado como a advocacia. Devido ao grande número de players e a alta concorrência, todos os escritórios sofrem a pressão por realizar cada vez mais, em menos tempo. Medir a produtividade também auxilia na criação de políticas de motivação, treinamentos e outras ferramentas que podem ajudar seu escritório a se manter atuando sempre em alta performance.

Essas são apenas algumas das métricas que podem ser utilizadas na hora de avaliar o desempenho e o desenvolvimento de um escritório de advocacia. Porém, não são as únicas. É fundamental ter em mente que uma única métrica é responsável por oferecer um panorama completo sobre a sua banca e sobre a gestão na advocacia. Por isso, também é importante trabalhar com a combinação de diferentes métricas para ter uma perspectiva completa do seu escritório.

O uso de um software jurídico é a principal ferramenta que garante relatórios e o mapeamento de diversas métricas que podem auxiliar no processo de tomada de decisão e na melhoria da gestão na advocacia.

Quer ficar por dentro das novidades sobre gestão de escritório de advocacia? Faça seu cadastro e receba os materiais exclusivos do SAJ ADV diretamente em seu e-mail.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *