Por que você não consegue prospectar clientes na advocacia?

Tempo de leitura: 5 minutos

Para prospectar clientes na advocacia de forma efetiva, o advogado precisa de uma boa dose de estratégia e perspicácia. Como o Código de Ética e Disciplina da OAB impõe uma série de limites às atividades de prospecção e divulgação, os profissionais e os escritórios precisam conhecer bem tais regras, além de investir em boas ações de marketing para se destacarem no mercado.

A advocacia conta com um grande número de profissionais no mercado, o que representa uma competitividade acirrada. Mesmo profissionais com uma excelente formação encontram dificuldades na hora de conseguir novos clientes, ou ainda, ampliar sua cartela. Porém, não é apenas alta concorrência que dificulta a prospecção. Algumas condutas na hora de divulgar os serviços também são a razão do fracasso de muitos profissionais e escritórios.

prospectar clientes na advocacia

Se você não consegue prospectar clientes na advocacia de forma efetiva, vale a pena evitar algumas ações. Confira!

1.      Você divulga preços dos seus serviços

Divulgar os preços dos serviços é uma das formas mais comuns de divulgação. Afinal, você pode atrair o cliente pelo preço, além de demonstrar transparência. Porém, quando se trata de serviços jurídicos, a divulgação dos preços é uma conduta vedada pelo Código de Ética e Disciplina da OAB.

Advogados que colocam tabelas de preço em sites, folhetos e até no próprio escritório podem sofrer sanções pesadas da Ordem, que vão desde a censura, suspensão, exclusão e multa. Por isso, nada de divulgar preços.



Caso o cliente solicite, envie uma proposta de prestação de serviços explicando detalhadamente sua maneira de prestá-lo, bem como forma de cobrança e valores.

2.      Você não demonstra autoridade sobre a sua área de atuação

Advogados que se destacam no mercado possuem algumas características em comum. Além de um bom conhecimento na área jurídica, estes profissionais transmitem segurança ao cliente e atuam como uma autoridade em sua área de atuação.

A maior parte dos clientes é leigo em Direito. Por isso, é fundamental que o profissional ofereça suporte e confiança na hora de explicar os seus serviços, além de mostrar uma boa capacidade de solucionar as questões trazidas ao escritório.

[Aprenda mas estratégias para a prospecção de clientes na advocacia. Clique e saiba mais!]

Outra dica é disseminar seu conhecimento, demonstrando que você tem ferramentas e habilidades para solucionar as dúvidas e problemas jurídicos de seus clientes.

Hoje, em uma sociedade digital, o advogado possui uma série de ferramentas onde ele pode divulgar seu conhecimento, atraindo assim mais clientes. Ter um blog ou inserir um bom conteúdo nas redes sociais pode ser uma forma de atrair a atenção dos clientes e começar um relacionamento de confiança.



3.      Você não se comunica de forma correta com seu potencial cliente

Muitos advogados acreditam que enviar e-mails apresentando seus serviços para potenciais clientes é uma ótima estratégia de prospecção. No entanto, além de ser outra atividade vedada pelo Código de Ética e Disciplina da OAB, esse tipo de divulgação não traz praticamente nenhum resultado.

Nem mesmo experts em marketing utilizam esse tipo de estratégia. E o motivo é simples: ninguém gosta de receber uma oferta de produto ou serviço que não solicitou.

Se você pretende utilizar o e-mail marketing na advocacia, você precisa de uma autorização de seus clientes e potenciais clientes para enviar mensagens. Além disso, em vez de divulgar serviços, procure sempre enviar conhecimentos jurídicos que sejam úteis aos seus clientes e possam ajuda-los no dia a dia.

4.      Você não tem uma boa comunicação com os seus próprios clientes

A maior parte dos profissionais da área jurídica já escutou que o marketing boca a boca é uma das formas mais eficientes de prospectar clientes na advocacia. E, sem dúvida, ele traz resultados. Porém, como se transformar em um profissional admirado e recomendado pelos seus clientes? Uma boa dica: através da comunicação.

[Confira mais dicas de como fidelizar seus clientes no seu escritório de advocacia]

Mostre que você cuida dos seus casos com diligência, seja proativo e dê a devida atenção para o seu cliente. Como o dia a dia do advogado é cheio de inúmeras tarefas, uma ótima estratégia é usar um software jurídico para automatizar alguns pontos importantes da comunicação, tal como o andamento de processos, por exemplo, é um jeito de manter o cliente informado, sem perder muito tempo com telefonemas, redação de e-mails ou mesmo reuniões.

5.      Você não se apoia em uma rede de networking

Mais do que promover ações diretas para prospectar clientes na advocacia, o profissional também pode se valer de algumas estratégias de prospecção indireta. É o caso, por exemplo, de construir uma boa rede de networking. Manter uma rede de bons relacionamentos é uma forma bastante eficiente de ampliar sua cartela.

Para quem quer investir em networking, uma dica é buscar profissionais e escritórios que atuem em áreas complementares. Se você é um advogado da área tributária, por exemplo, que tal buscar um profissional da área societária?

Se coloque à disposição, mostre interesse em estabelecer parcerias. Mas, principalmente, deixe claro como todos podem sair beneficiados nesse tipo de ação.

Quer ficar por dentro das novidades sobre gestão de escritório de advocacia? Faça seu cadastro e receba os materiais exclusivos do SAJ ADV diretamente em seu e-mail.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *