7 Formas de reduzir seus custos com Marketing Digital

Marketing Jurídico é uma técnica de fortalecimento da imagem dos advogados e dos escritórios de advocacia, dentro dos preceitos do Código de Ética da OAB. Pode ser feito através do marketing digital de conteúdo e utilizado na conquista e fidelização de clientes.

Uma coisa cada vez mais necessária para seu escritório é a redução de seus custos e o marketing jurídico digital não fica fora dessa. O problema é diminuir o custo do seu marketing digital e continuar obtendo os mesmos resultados. Afinal, de nada adianta você reduzir os custos nessa área se, por consequência, você vai perder clientes.

Por esses motivos criamos uma lista mostrando 7 Formas de reduzir seu custo com Marketing Digital. Pode ser difícil no início. Ou, talvez, até mesmo parecer o oposto do que você procura. Contudo, a longo prazo é o que traz os melhores resultados.

Ter um marketing digital efetivo para seu escritório é um grande diferencial no mundo atual cada vez mais digitalizado. Sabemos, todavia, que, com a atual crise, qualquer valor poupado pode ser a diferença entre sua empresa fechar o mês no vermelho ou não.

Nessa lista tentaremos mostrar formas de você diminuir os seus custos com o marketing digital, ao mesmo tempo que melhorar sua demanda.

Confira abaixo, portanto, as 7 Formas de reduzir seu custo com o Marketing Digital para advogados.

  1. Planejar o seu marketing digital;
  2. Conhecer seu público alvo;
  3. Contratar profissionais capacitados;
  4. Marketing Digital nas redes sociais;
  5. Produção de conteúdo;
  6. SEO;
  7. Acertar o ‘tom’ do marketing digital.

A seguir falamos um pouco mais sobre cada uma desses formas, confira.



marketing digital

1. Planejar o seu marketing digital

Se você está entrando para o meio digital ou quer dar uma “repagina no visual”, você precisa planejar o seu marketing digital. E isto envolve todos os seus aspectos. Uma das estratégias de inbound marketing jurídico, por exemplo, é a criação de um blog e o investimento no site e nas redes sociais.

A dica, então, é que, se for fazer um blog, site ou mesmo rede social para seu escritório, procure otimizá-los ao máximo logo de início. Dessa forma, eles estarão otimizados e responsivos. Consequentemente, isto contribuirá não apenas para o cumprimento do objetivo de atingir os cliente, como também facilitará o gerenciamento futuro.

Evita, desse modo, muita dor de cabeça posterior. Assim, nã será preciso gastar tanto tempo tendo que readequar tudo que você já tinha feito. Tampouco será necessário gastar tanto dinheiro a mais.

O gasto em um primeiro momento pode até ser maior. Contudo, a longo prazo ele se torna mais barato por não precisar de manutenção, entre outras coisas.

2. Conhecer o seu público alvo

Conhecer o seu público é um dos preceitos básicos do marketing. Quando isso não é feito de forma correta, contudo, é quando se tem um dos maiores gastos em marketing digital para seu escritório. E não só os maiores gastos, como também os piores retornos.

Conhecer o seu público alvo de maneira profunda ajuda no direcionamento efetivo do seu marketing digital. Pode-se, inclusive, estudar as ideias de funil de vendas e jornada do cliente na advocacia. Afinal, nem toda estratégia atinge de igual modo a todos os públicos. Dessa maneira, direcionar é o correto a se fazer nesse caso.

Não adianta você fazer um marketing digital para todas as pessoas, uma vez que a internet não é como na televisão, por exemplo, que tem vários públicos para o mesmo conteúdo. A internet é mais segmentada e direcionada. Com tantos conteúdos disponíveis, é preciso conduzir o cliente adequado no caminho para o seu serviço.

Do contrário, você poderá despender mais para atrair pessoas que não possuam interesse nos serviços do escritório. Ou seu serviço poderá nem atingir o público adequado. Consequentemente, isto implicará em um desperdício de recursos.

Portanto, na internet, quanto mais específico você for, melhor. Dessa forma, falará direto para o seu nicho e para o seu cliente em potencial.

3. Contratar profissionais capacitados

Esse é um outro fator que pode sair mais caro em um primeiro momento. No entanto, o retorno a curto, médio e longo prazo se torna mais proveitoso e consequentemente, mais barato.

Invista, então, em profissionais capacitados no seu marketing digital (embora isso seja valido para todas as áreas de sua empresa). Eles saberão como dar o melhor retorno, dentro do que você solicitar e um retorno por mais tempo também.

4. Marketing digital nas redes sociais

Esta é uma estratégia de marketing digital para seu escritório que quase não tem custo nenhum. Isto ocorre pois é possível publicar nas redes sociais e divulgar sua marca por meio do tráfego orgânico do instagram e do facebook.

Ou seja, você não precisa ficar pagando por links patrocinados. Tampouco precisa de outros gastos desse gênero, nas redes sociais. Ao menos, não se desejar reduzir os custos. O desempenho pago pode apresentar diferença, mas o tráfego orgânico também gera bons resultados.

Contudo, é importante ter em mente que, para isto ser de fato efetivo, não se pode esquecer dos outros itens desta lista.

5. Produção de conteúdo

A produção de conteúdo web, atualmente, é a principal chave para um bom marketing digital. Afinal, é com que ele que os possíveis cliente se depararão em uma busca orgânica. E precisam se sentir atraídos por eles.

Não é mais efetivo, desse modo, apenas apresentar os seus serviços para o seu público alvo. É necessário, também, criar conteúdo relevante e gratuito para esse público. E, além disso, fazer um marketing mais indireto. Ou seja, que seja menos invasivo e conquiste mais sem persuadir.

Em outras palavras, em vez de você dizer ‘meu produto é bom, compre’, você apresenta motivos pelo qual o seu público se beneficiaria com esse produto. E no final direciona esse público para alguma ação específica, como contratar um serviço no seu site.

Isso é muito mais efetivo e converte em muito mais clientes, do que o chamado ‘marketing agressivo’.

6. SEO

Ainda falando de produção de conteúdo, mas que também fala sobre toda a sua presença digital, está o SEO. Isto é, Search Engine Optimation. Ou seja, requisitos de otimização para sistes com impacto, sobretudo, na busca orgânica.

Em resumo o SEO na produção de conteúdo é escrever um texto dentro de determinadas técnicas que fazem os algoritmos das redes sociais e principalmente do Google, entender que aquele é um bom conteúdo.

Isto faz com que o seu conteúdo e, consequentemente, o seu site ou rede social fiquem em uma melhor colocação no ranking do Google. Quanto mais bem posicionada a marca de seu escritório estiver, mais em evidência ela estará. E, logo, atrairá mais acessos e mais clientes terá.

7. Acertar o ‘tom’ do marketing digital

Outro grande erro é o de falar de forma errada com o seu público. De nada adianta você ser completamente formal em seu marketing digital, se o serviço que você vende é voltado para um público despojado. Da mesma forma não adianta ser completamente informal se o seu público alvo é advogado.

Justamente por isso, é essencial conhecer o público a quem se dirige. É preciso estabelecer qual o objetivo do escritório e a quem o serviço deve chegar para, então, definir as estratégias de marketing e o seu tom. Desse modo, será mais fácil estabelecer a comunicação de forma efetiva e dialogar com o cliente.

Por fim, estes são só exemplos. No entanto, é possível ter uma ideia de que como um bom marketing jurídico digital pode ser efetivado mesmo a custos menores.

Quer ficar por dentro das novidades sobre Carreira Jurídica? Faça abaixo seu cadastro e receba materiais do SAJ ADV em seu e-mail.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *