Site para advogados – Passo a passo para começar a montar o seu

Tempo de leitura: 17 minutos

Não é novidade para ninguém que, atualmente, a maioria dos consumidores busca produtos e serviços na internet. No mercado da advocacia, embora fatores pessoais como as indicações contem bastante na hora da contratação, na maior parte das vezes, o primeiro contato de um potencial cliente com um escritório é feito através do ambiente digital. Contar com uma boa presença online e um bom site para advogados não é mais um detalhe. Atualmente, é praticamente uma necessidade! A verdade é que, se o seu potencial cliente não consegue te localizar com alguns poucos cliques, a chance de ele contratar outro profissional, ou outro escritório, são imensas.

Um bom site serve para que o advogado e seu escritório sejam mais facilmente encontrados por seus potenciais clientes através dos buscadores (Google, Yahoo, Safari, etc.). Ele também serve como ferramenta para que você construa uma boa presença online e mostre autoridade, deixando claro ao cliente que você domina técnicas jurídicas e sabe como resolver seu problema. Por fim, um site também é fundamental para gerar credibilidade e, consequentemente, mais negócios para o seu escritório. Afinal, além de chamar a atenção de potenciais clientes, um site para advogados é um verdadeiro cartão de visitas que pode servir para o início de boas parcerias com outros profissionais, além de gerar novos negócios.

Por isso, se você pretende aumentar seu potencial de prospecção, e trazer mais resultados para o seu escritório ou para a sua carreira, começar por um site é o primeiro passo.

Mas, como dar esse primeiro passo? Talvez seja essa a pergunta que você está se fazendo nesse exato momento, correto? Afinal, você não entende nada de programação e design, como a maior parte dos profissionais do meio jurídico.

É melhor então contratar uma empresa especializada em sites? Ou quem sabe um webdesigner freelancer? É preciso investir muito dinheiro? Quanto devo investir para a criação e manutenção do site para advogados?

Calma! Não é preciso colocar a mão no bolso e investir grandes quantias para construir um site para advogados profissional. Hoje, qualquer advogado é capaz de montar seu próprio site investindo praticamente nada e obtendo excelentes resultados. O segredo é dominar as ferramentas corretas.

Independentemente de você ter ou não recursos para investir em um site, colocar a mão na massa pode garantir não apenas economia, mas principalmente, autonomia para atuar no mundo digital. Algo que, diga-se de passagem, é uma habilidade cada vez mais necessária no universo jurídico.

Se você quer construir seu site do zero, de forma profissional e gerando excelentes resultados para o seu escritório, preparamos esse conteúdo para você! Nele você vai aprender quais são os recursos necessários para construir um bom site, melhorando assim a sua presença digital e seu potencial de prospecção. Procuramos mostrar como através de ferramentas simples e gratuitas qualquer advogado pode ter seu próprio site para começar a empreender no mundo digital ampliando seu potencial de prospecção, aumentando sua cartela de clientes e experimentando todos os benefícios que um site pode trazer para o seu escritório e também para a sua carreira. Pronto para saber mais? Então, aproveite a leitura!

site para advogados

1º Passo: Estruturando o seu site para advogados

Um site oferece ao cliente uma primeira impressão sobre o seu escritório e sua expertise jurídica. Assim, é essencial que tanto a sua estrutura quanto o seu conteúdo sejam pensados para causar uma boa impressão, transmitindo credibilidade desde o primeiro contato.

Para estruturar um bom site, o advogado deve pensar desde as informações mais básicas, tais como áreas de atuação, mini currículos de membros do escritório, endereço, telefone, e-mail para contato entre outros, além de obviamente, conteúdo jurídico voltado a atrair a atenção do cliente. A experiência de navegação é outro tópico que deve ser objeto de preocupação do advogado. Buscar um site responsivo, ou seja, que seja de fácil visualização em smartphones e tablets também é necessário. Por último, é importante dar atenção ao design. Um layout agradável e que transmita os valores do escritório também é essencial.

Páginas ou Abas do site

Antes mesmo de comprar um domínio e hospedar seu site, é necessário investir algum tempo no planejamento do conteúdo e das abas, as chamadas “páginas”, que ficarão disponíveis para a visualização do cliente. Para te ajudar com isso, pegue lápis e papel e confira nossas dicas!

Home

A página chamada de “home” é a página inicial do seu site. Nela devem constar as informações principais sobre o advogado, ou seu escritório, além do conteúdo em destaque. Nessa página também deve ficar clara a identidade visual do site. Nela ficará o nome do escritório, logotipo, dados para contato e artigos em destaque. Trabalhar bem as imagens nessa página é uma boa dica, pois garante uma comunicação mais rápida e atraente para o cliente.

Ao utilizar imagens, procure utilizar imagens reais do seu escritório. Caso não disponha de um bom acervo, só utilize fotos de bancos de imagens. Abaixo deixamos uma lista de boas referências de bancos de imagens gratuitos que podem ajudar na construção do seu site:

Pixabay

Pexels

Freepick

Unsplash

Jeshoots

Negative space

Escritório

Nesta página você deve fazer uma breve apresentação do seu escritório. Aqui você pode colocar um pouco da história, explicar a estrutura societária, além de falar da missão e valores da banca. Inserir fotos sobre a sede também é uma boa pedida, já que o cliente poderá visualizar melhor a estrutura física da banca.

Profissionais

Apresentar os membros do escritório é essencial para dar credibilidade à banca. Nessa página, o advogado deve incluir o nome, OAB, área de atuação e um mini currículo do profissional. Informar o e-mail de contato e telefone direto também são importantes para facilitar o contato do cliente. Para ter uma apresentação mais humanizada, procure incluir fotos dos profissionais.

Áreas de atuação

Nessa página o advogado deve apresentar quais são as áreas do Direito as quais o escritório tem expertise. Além de um breve texto introdutório sobre cada área, vale a pena destacar os principais temas trabalhados pelo escritório.

Assim, se o seu escritório atua na área de previdenciário, por exemplo, é possível destacar alguns conceitos sobre a aposentadoria e como é a atuação do escritório, tanto no contencioso quanto no consultivo.

Utilizar uma linguagem simples e acessível é quase que obrigatório, pois além de aproximar o escritório de seus potenciais clientes, uma linguagem didática auxilia o potencial cliente a ter uma melhor dimensão sobre o problema, bem como, de que maneira o escritório pode ajudá-lo.

Por fim, na página área de atuação é fundamental trabalhar bem o SEO. O SEO, ou Search Engine Optimization, é a ferramenta que permite que o seu site seja mais facilmente encontrado pelos buscadores. Utilizando as palavras-chave corretas você tem melhores chances de ranquear nas primeiras posições dos buscadores, atraindo assim mais tráfego orgânico e aumentando o seu potencial de prospecção.

Para encontrar as palavras-chave, você pode usar diversas ferramentas gratuitas, mas a nossa sugestão é o KeyWord Finder, uma ferramenta bem simples de ser utilizada. Nela, clique as palavras-chave que o seu potencial cliente colocaria no Google, caso estivesse buscando serviços jurídicos semelhantes aos seus. Depois verifique qual o índice de busca e qual a concorrência da palavra. Lembre-se que, quanto maios o índice e menor a concorrência, mais chances de seu site ser ranqueado nas primeiras posições. Além de usar essas palavras-chave nas páginas do seu site, você também pode utilizá-las no conteúdo que você irá produzir no seu blog ou na página de artigos.

Blog ou Artigos

Como a confiança e a reputação são elementos essenciais para a contratação de escritórios e advogados, utilizar conteúdo para demonstrar aos seus potenciais clientes que você é uma autoridade em temas jurídicos é uma ótima estratégia. Um blog é uma das ferramentas mais eficientes para espalhar conteúdo relevante e chamar a atenção de seus potenciais clientes. Um blog serve tanto para demonstrar sua expertise como advogado, como também pode solucionar dúvidas dos clientes, auxiliando na fase a qual se chama no marketing digital de “atração”.

Não é difícil entender a lógica. Basta imaginar a situação de alguém que possui uma questão jurídica e ao abrir um site para advogados se depara exatamente com a dúvida que a incomoda. O contato com o advogado será praticamente imediato!

Obviamente que o objetivo de um blog jurídico não é escrever pareceres, nem tampouco consultorias sobre os diversos temas do Direito. A ideia é usar uma linguagem didática para comentar sobre temas jurídicos.

Hoje, a maioria dos sites já contam com uma estrutura de blog vinculada. Caso, o layout escolhido por você não atenda a essa funcionalidade, é possível usar plataformas de conteúdo como o Medium, que podem ser vinculadas ao seu site.

Contato

Na página contato você deve disponibilizar um pequeno formulário para que o seu cliente entre em contato diretamente com o advogado ou seu escritório. Uma boa dica é fazer com que os campos do formulário sejam breves, para não desestimular o contato com o cliente. Nome, e-mail, telefone e mensagem são os campos que devem constar.

Localização

Você não contrataria um escritório virtual, nem muito menos um advogado virtual para defender suas causas, correto? Da mesma forma, nenhum cliente o faria. Por isso, no seu site para advogados obrigatoriamente deve constar a localização do seu escritório, de preferência por meio de um mapa integrado ao Google Mapas.

2º Passo: Registro de domínio do seu site

Agora que você já definiu toda a estrutura do seu site e já elaborou todo o conteúdo das principais páginas chegou a hora de registrar o seu domínio. O domínio nada mais é do que o seu endereço na internet. A partir do momento que você tem o domínio registrado, ninguém mais pode utilizá-lo.

Para registrar o domínio do seu site, basta acessar o site registro.br. Lá você irá verificar primeiro se o domínio está disponível. Na sequência, você deve criar um cadastro com todos os seus dados, especificando também o domínio pretendido. O valor é de R$ 40,00 por ano e, somente depois de você realizar o cadastro você receberá um e-mail para a realização do pagamento.

As sociedades de advogados, em geral, costumam ter os nomes de todos os sócios. Por este motivo, o nome do seu escritório pode ser bem longo. Se esse for o caso, procure registrar o domínio com as iniciais de todos os sócios, como por exemplo, “scbfadvogados.com.br” ou ainda com o nome do primeiro sócio “fulanoadvogados.com.br”. Evite sempre domínios compridos, que podem facilitar erros de digitação e dificultam que seu site seja encontrado na internet. Em termos de domínio, a regra é facilitar a identificação ao máximo para que você possa ser facilmente encontrado pelos buscadores.

3º Passo: Hospedagem e layout

Depois de registrar o domínio, chegou a hora de contratar um serviço de hospedagem. Esse serviço é o que irá colocar seu site para advogados no ar e permitir que ele se mantenha funcionando.

Existem tanto opções pagas quanto gratuitas de hospedagem. Porém, aqui, vale a pena investir alguns reais no seu site. Isso porque, as opções gratuitas, além de bastante instáveis, possuem diversas restrições, que podem fazer com que seu site saia do ar constantemente e também seja mais difícil de ser localizado pelos buscadores.

Outra vantagem da hospedagem é que você acaba tendo um domínio exclusivo, o que facilita a localização do seu site na web, além de conferir uma imagem mais profissional.

Opções como o Hostgator ou Kinghost possuem planos de menos de R$10,00 por mês. Ou seja, é um gasto mínimo para ter mais segurança e qualidade no funcionamento do seu novo site. Vale a pena pesquisar diferentes planos de hospedagem e buscar aquele que seja mais vantajoso para você.

4º Passo: escolha a plataforma para construir seu site para advogados

Depois de escolher o domínio e um bom serviço de hospedagem, o próximo passo é construir o seu site propriamente, utilizando uma plataforma especializada para isso. Hoje no mercado existem diversas opções de plataformas. WordPress, Blogger ou mesmo a opção do Google Sites, que pode ser uma ótima opção, especialmente se você utiliza outros serviços do Google como o Gmail, por exemplo.

Para escolher a melhor plataforma, leve em consideração a possibilidade de customizar seu site, escolher seu template, além de incluir vídeos e imagens que possam deixar o seu site com a cara do seu escritório. Escolher uma plataforma que disponibilize diversas opções de layouts responsivos também é uma maneira de garantir que seu site seja visto mesmo em dispositivos móveis, algo cada vez mais comum nos dias de hoje.

A maioria das plataformas é bastante intuitiva e autoexplicativa, o que significa que dificilmente o advogado terá dificuldades de construir um site com a ajuda dessas ferramentas.

Para ajudar você a construir seu site para advogados, no entanto, escolhemos uma plataforma, o Google Sites, e através dela vamos mostrar o passo a passo para você criar o seu site.

Criando uma conta no Google Sites

Primeiramente, para criar seu site para advogados no Google Sites, você precisa criar uma conta. Caso você já tenha uma conta, pode utilizá-la.

Assim que abrir a página principal, clique no canto direito da tela, no botão “criar”. Lá, você terá duas opções “no Google Sites clássico” ou “no novo Google Sites”. Clique na segunda opção.

Selecionando essa segunda opção, você terá uma janela aberta, que será a página inicial do seu site. Essa, portanto, é aquela página inicial que todos os seus potenciais clientes irão visualizar. Aqui é importante que você invista algum tempo em criar um layout agradável para quem visita.

Uma boa dica para editar imagens, criar logos e um site para advogados com a sua identidade é o Canva.com. Essa ferramenta nada mais é que um editor de imagens, porém, muito mais simples de se utilizar do que o famoso photoshop. Nela você pode criar praticamente todos os recursos visuais que você precisa para customizar seu site. E, se você for curioso, a ferramenta ainda oferece algumas dicas de designer que podem ser bastante úteis na hora de criar a imagem do seu escritório.

No lado esquerdo da tela, você deve acrescentar seu logo, digitar o nome do site e o título da sua página. No título da página você também pode alterar a imagem e fazer um upload de uma imagem que combine mais com seu site. Se você tiver um banner com o logo do seu escritório, por exemplo, essa pode ser uma ótima opção.

Além de construir imagens utilizando o Canva.com e os bancos de imagens que indicamos, o próprio Google também oferece imagens que você pode utilizar.

Insira diferentes páginas em seu site para advogados

Na sequência, lembra aqueles textos que você havia elaborado para as páginas? Pois, então, chegou a hora de adicioná-los! No canto direito da tela você vai encontrar um item chamado “inserir” e um chamado “páginas”. Lá que você vai criar cada uma das páginas para o seu site e, na sequência, incluir cada um dos textos delas. Lembre-se que cada vez que você acrescentar uma página, o título escolhido para ela irá aparecer no canto superior da página principal do seu site. Cada página deverá ser customizada de acordo com a sua identidade visual.

Depois de acrescentar todas as informações, detalhes gráficos e páginas clique em “publicar” no canto direito da tela. Por fim, escolha o nome do seu endereço da Web. Caso ele não esteja disponível, o próprio Google já te avisa nesse momento.

Por fim, você pode clicar em “visualizar” para ver como seu site ficou e pode fazer alterações sempre que necessário.

5º passo: bem-vindo à era da tecnologia na advocacia

Parabéns! Você criou um belo site para advogados e já tem todos os recursos necessários para potencializar a sua prospecção e a capacidade do seu escritório. Um site na advocacia gera inúmeros benefícios e pode fazer com que você conquiste muitos clientes e muito sucesso, mesmo em um mercado tão competitivo.

Para manter um bom tráfego, isto é, uma boa quantidade de visitas para o seu site, é fundamental estudar seu público alvo e criar constantemente conteúdos que atraiam a sua clientela. Além disso, você deve se preparar para oferecer serviços de alta qualidade, de forma ágil e, neste sentido um software jurídico pode te ajudar.

A tecnologia vem ajudando inúmeros advogados a se destacarem em um mercado cada dia mais competitivo. Por isso, vale a pena buscar ferramentas que garantam visibilidade e sejam capazes de melhorar o potencial de prospecção do escritório.

Aproveite os benefícios dessas ferramentas. Você tem o principal recurso para construir sua presença online e caminhar a passos largos para o sucesso!

Quer ficar por dentro das novidades sobre gestão na advocacia? Faça seu cadastro e receba os materiais exclusivos do SAJ ADV – Software para Advogados, diretamente em seu e-mail.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *