Qual software para advogados possui a melhor usabilidade?

Tempo de leitura: 4 minutos

A implementação de um software para advogados pode trazer inúmeros benefícios aos escritórios. No entanto, mesmo sabendo disso, muitos profissionais ainda resistem à adoção desse tipo de ferramenta. Tal relutância, na maioria das vezes, não está relacionada ao uso da tecnologia em si. O que incomoda a maior parte dos advogados é a necessidade de adaptação aos softwares jurídicos. Até porque, muitos escritórios já contam com rotinas próprias e que funcionam, bem ou mal, há anos.

A boa notícia é que nem todos os softwares jurídicos são iguais. Alguns contam com uma melhor usabilidade, o que torna a adaptação muito mais rápida e simples. Não é preciso perder produtividade, nem interromper as práticas diárias do seu escritório de advocacia para instalar um software jurídico. Mas para que isso aconteça, é preciso saber avaliar a usabilidade da ferramenta, antes mesmo de adquiri-la.

No post de hoje vamos tratar um pouco sobre o que é a usabilidade e como verificar se o seu software para advogados tem ou não. Confira!

software para advogados

O que é usabilidade?

A usabilidade de um software para advogados nada mais é do que a capacidade que a ferramenta tem de ser compreendida pelo seu usuário. Em outras palavras, um software com boa usabilidade é um produto íntegro, operacional e atrativo ao usuário em suas condições tradicionais de utilização.



Um software para advogados pode ser considerado com uma boa usabilidade quando:

– O advogado consegue mexer no sistema sem grandes dificuldades;
– O advogado consegue memorizar os comandos do software, sem que seja necessário buscar ajuda;
– O software para advogados previne erros no sistema e garante a segurança no seu uso;
– O sistema conta com uma interface agradável e que é de fácil utilização.

Essas são as principais características que garantem a usabilidade em um software para advogados. Para quem pretende adquirir esse tipo de ferramenta, vale a pena avaliar esses quesitos, antes mesmo de fechar o contrato.

Da mesma maneira, quem já possui um software jurídico, vale a pena avaliar sobre a sua usabilidade, uma vez que já existem software para advogados bastante completos no mercado.

[Seu software jurídico é uma ferramenta completa, mas seu time de advogados ainda resiste? Confira nossas dicas para transformar a ferramenta em uma aliada da sua equipe!]

Porque investir em usabilidade no seu software para advogados

A usabilidade não é um mero detalhe quando se trata de softwares para advogados. Apenas ferramentas que contam com uma boa usabilidade garantem ao usuário um bom aproveitamento e uma alta produtividade.



Imagine, por exemplo, adquirir um software em que o advogado precisa consultar o manual ou uma equipe de suporte a cada vez que executar uma atividade. Obviamente, o advogado demorará muito mais tempo para realizar seu trabalho e a adoção da ferramenta não será nada vantajosa.

Mesmo softwares que contam com um “painel de ajuda” devem ser bem avaliados antes da aquisição. Isso porque, nem sempre esse painel atende as necessidades imediatas do usuário, forçando-o a buscar ajuda do suporte.

A baixa usabilidade traz uma série de problemas e incômodos para o advogado, que vão desde dúvidas constantes até a baixa produtividade.

Softwares que contam com uma baixa usabilidade, com o tempo, fazem com que o usuário perca a vontade de explorar o sistema. Além disso, problemas de usabilidade geram grande confusão no usuário, causando grande insatisfação.

Usabilidade na prática: avalie as funcionalidades de um software para advogados

Como explicamos, nem todos os softwares para advogados são iguais. Porém, agora que você já conhece o conceito de usabilidade deve estar se questionando: “ok, mas só consigo avaliar a usabilidade de um software após adquirir o produto, certo?”. Errado!

Embora muitos softwares para advogados possibilitem o teste gratuito da ferramenta, uma das formas de se avaliar a usabilidade é verificando as funcionalidades do produto de acordo com as rotinas e práticas do seu escritório.

[Quer saber quais são as funcionalidades do SAJ ADV que podem ajudar seu escritório a ser mais produtivo e eficiente? Confira!]

Seu escritório atua apenas no consultivo? Então, funcionalidades e a usabilidade relativa ao acompanhamento processual podem não ser interessantes para você. Neste caso, avalie se a ferramenta conta com mecanismos de atendimento consultivo.

Da mesma forma, se o seu foco é o contencioso, vale a pena checar quais são as informações que o seu software permite registrar, bem como, de que maneira é feito o lançamento de tarefas, andamentos e registros dos pedidos de processos.

Avalie também como é feito o cálculo de prazos, de que maneira a ferramenta possibilita a interação e o trabalho em equipe e como ela facilita a comunicação com os clientes.

Lembre-se que um bom software para advogados é aquele cuja usabilidade atende as necessidades do seu escritório e se adaptam facilmente à sua rotina.

Quer ficar por dentro das novidades sobre gestão de escritório de advocacia? Faça abaixo seu cadastro e receba os materiais exclusivos do SAJ ADV diretamente em seu e-mail.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *